27.11.15

ADVOGADO FAMOSO PERDE NO SUPREMO

HELIO FERNANDES -


A nota acima era para ter saído ontem. Mas das 3 da tarde até a madrugada, fiquei no escuro, sem telefone, televisão, computador. Sai hoje com as desculpas pelo péssimo serviço que recebemos (todos) pagando cada vez mais caro. E com o complemento da decisão do Supremo negando a liberdade do dono do Pactual.

O advogado mais caro do Brasil havia garantido ao cliente que até o fim da semana ele estaria em liberdade. Publiquei isso com exclusividade na quarta feira.

A situação dele piorou, o Ministro Zavascki mandou transferi-lo para uma penitenciaria. Advogados famosos, tem a presunção da invencibilidade, e acreditam que transferem isso para os clientes. Acontece que o dono do Pactual está muito mais envolvido na Lava jato do que parece. Enquanto ficar aqui, ainda bem. O pior é ir para Curitiba, acabará indo, não tem foro privilegiado.

O dono do Banco Pactual presta depoimento

André Esteves foi ouvido hoje pela manha. Garantiu inocência, desconhecimento total dos fatos e surpresa em relação á sua prisão. "Não conheço nenhum fato dos que foram relacionados contra mim". E terminou com o lugar comum de todos os arrolados na Lava jato: "Estou á disposição para qualquer esclarecimento". No seu caso bem mais fácil, está preso, embora seu advogado garanta, "meu cliente será solto até o fim de semana".

Surgem de todos os lados afirmações  estapafúrdias, Esteves não poderia ser preso é importante demais, O já foi  Banco Pactual poderá provocar  "uma crise sistêmica”. Isso foi utilizado de outras vezes.

O Pactual não tem acionistas e sim sócios, no Canadá, Suíça, Singapura. Na terça, logo depois de ser preso às ações do Pactual caíram 25 por cento, nenhum abalo no mercado. Apenas aproveitaram para especular, Petrobras que depois de 1 ano, ultrapassou a casa dos 10 reais, voltou para 9,65 hoje enquanto escrevo está a 9,47.

Esteves prova com a fortuna que fez.  É um tremendo ganhador de dinheiro, arrojado e audacioso ou não teria feito a fortuna que fez. Arrisca e tem sorte.Só um exemplo: em 2007, em plena euforia vendeu o Pactual por uma fabula de dinheiro.

PS -Três anos depois,em plena crise,recomprou o mesmo Pactual pagando 600 milhões menos do que recebera. Agora arriscou com Delcídio e seu plano mirabolante, foi apanhado em flagrante.

PS1 - A mesma conclusão da analise que fiz para Delcídio: o Supremo não iria fazer uma prisão como essa, se não tivesse os documentos que tem.

Comentários através do e-mail: blogheliofernandes@gmail.com

HELIO FERNANDES,

Quando seremos brindados com um texto falando sobre a Coluna Prestes, conforme li aqui, um pedido de um leitor, que necessita de pesquisa para uma Universidade dos EUA, também reforço para que você conte alguma passagem interessante. Julio L  ABranches – Rio de Janeiro – RJ

-----

Tribuna da Imprensa online - Helio
Meus cumprimentos

Estimado Helio, gostaria que debruçado em toda sua história, onde viu de perto vários acontecimentos políticos. Agora com o caso da prisão do senador Delcídio do Amaral, você não acha que estamos vivendo uma grande mentira política? Afinal, do nada, veio a notícia, sem que ele mesmo tenha se mostrado surpreso. Se comporta como soubesse o final da comédia. Nos brasileiros estamos a reboque de atores que saíram da ficção e agora se mostram na vida real. Lula, Dilma, Dirceu, Cunha, Collor, Sarney, FHC todos, todos, um bando de pessoas, que não pensaram no Brasil.
Fale a respeito desta minha suspeita.

Obrigado
Carlos Antunes – São Paulo - SP