29.11.15

O PT NÃO TEM DO QUE SE ENVERGONHAR, MUITO PELO CONTRÁRIO

EMANUEL CANCELLA -

Fui fundador do PT e saí do PT publicamente, e hoje não estou filiado a nenhum partido. Mas também creio que os petistas não têm do que se envergonhar. Não vou ficar relembrando o avanço social e as classes que saíram da pobreza; nem o combate à mortalidade infantil, em que o país superou as metas da Organização Mundial da Saúde, nem aqueles que entraram na universidade atrvés do Fies, onde nunca teriam acesso; as escolas técnicas que foram multiplicadas pelo governo do PT dando oportunidade aos jovens.  E o Mais Médicos, que levou o atendimento médico aos rincões mais pobres deste país.

Sem falar na Petrobrás, que o governos anteriores ao PT tentaram privatizá-la, para entregá-la aos gringos como fizeram com outras empresas, inclusive acabaram com a  indústria naval. Hoje a Petrobrás desenvolveu tecnologia inédita no mundo e descobriu o pré-sal. E a Petrobrás possui reservas suficientes para abastecer o país nos próximos 50 anos. O Pré-sal já produz sozinho hum milhão de barris por dia, o suficiente para abastecer juntos todos os países do Mercosul. E a Petrobrás possui reservas de petróleo de mais de 100 bilhões de barris de petróleo. A Petrobrás está longe de estar falida, já que com essas reservas a companhia, só de petróleo, tem um lastro de US$ 5 trilhões, isso é quase o dobro das reservas cambiais da China, a maior do mundo, de US$ 3 trilhões.

A Petrobrás só está falida na cabeça daqueles que privatizaram a Vale do Rio Doce, a maior mineradora de ferro do mundo por preço ridículo, e agora, com o mesmo argumento, querem privatizar a Petrobrás por isso tentam diminuí-la para vendê-la mais barato.

Nos governos do PT ainda  foi retomada a indústria naval, já que, só para a Petrobrás, no país foram construídos 49 navios petroleiros.

Quero falar da corrupção que hoje, no governo do PT, é combatida como nunca. Hoje até governista vai preso! Grandes empresários, banqueiros, senadores, juízes, todo tipo de corrupto está indo para a cadeia e isso é muito bom, ninguém está acima da lei.

Na ditadura militar, só os oposicionistas iam presos e falar mal do governo militar era motivo de perseguição, prisão, tortura e morte. É bom lembrar que os militares superaram os civis, na ditadura militar, em número de vítimas do governo.

No governo de Fernando Henrique Cardoso, nada era investigado tudo era engavetado. A imprensa chamava o Procurador Geral da República, nomeado por FHC, Geraldo Brindeiro, de “Engavetador Geral Da República”. A Polícia Federal, no governo de FHC, não tinha gasolina para os carros, e os telefones estavam cortados por falta de pagamento, era o que publicava a imprensa, e muitos diziam a falta de renovação dos quadros por falta de concursos públicos que esse desmonte que se estendia para o MPF, PGR, Justiça, era criminoso.
Nos governos militares e tucanos era impensável processar o governo e motivos não faltavam. Hoje qualquer cidadão fala mal do ex-presidente Lula, que saiu do seu segundo governo com mais de 80% de aprovação. E também da Dilma, que foi eleita a 11 meses pela maioria dos brasileiros. Foi preciso muita luta para acabar com a ditadura e mostrar para a sociedade que ninguém está acima da lei!

Essa ira inconcebível da mídia e da elite brasileira mostra que o PT apesar de todas as dificuldades está no caminho certo!

*Emanuel Cancella é coordenador do Sindicato dos Petroleiros do Estado do Rio de Janeiro (Sindipetro-RJ) e da Federação Nacional dos Petroleiros (FNP).