13.12.15

A "TRANSPOSIÇÃO" ATINGIU SUA META: AS VERBAS FORAM TRANSPOSTAS PARA AS CONTAS BANCÁRIAS DE PILANTRAS

Por CELSO LUNGARETTI - Via Náufrago da Utopia -

Lá se vão mais de seis anos desde que este blogue passou a tratar a transposição do rio São Francisco como uma maracutaia, alinhando-se com as denúncias do bispo Flávio Cappio --que fez duas greves de fome contra o malfadado projeto-- e da Comissão Pastoral da Terra.

Vale dizer que já então o Tribunal de Contas da União apontava "indícios de corrupção" nas obras. E a Pastoral questionava o custo astronômico da transposição em comparação com outras soluções menos espalhafatosas e provavelmente mais eficazes, além do seu impacto ambiental preocupante ao extremo.

Então, a única novidade da notícia que o site da Folha de S. Paulo colocou no ar nesta manhã foi a eternidade que demorou para qualquer Operação Lava-Jato da vida ir atrás de roubalheira tão manjada:

"A Polícia Federal deflagrou nesta 6ª feira uma operação para investigar superfaturamento em obras da transposição do rio São Francisco. Os desvios teriam ocorrido em 2 dos 14 lotes da transposição.

De acordo com os investigadores, empresários de um consórcio responsável pelas obras com superfaturamento utilizaram empresas de fachada para desviar cerca de R$ 200 milhões no trecho que vai do agreste pernambucano até a Paraíba. Os contratos investigados, até o momento, são de R$ 680 milhões".