22.12.15

EUSÉBIO, UM LEMBRETE

GERALDO PEREIRA

Eusébio Pinto Neto, presidente do SINPOSPETRO-RJ.
É sempre com imensa satisfação que leio e ouço os dirigentes sindicais do meu país. Os honestos, é evidente! A bandidagem para mim é caso de policia, estamos conversados!

O artigo “Reflexão de um tempo”, de autoria do companheiro Eusébio Pinto Neto, presidente do Sindicato dos Frentistas do Rio de Janeiro, numa análise admirável dos três últimos mandatos dos ocupantes da presidência da republica, merece meus aplausos e deveria ser lido pelo Movimento Sindical Brasileiro.

Vou fazer uma boa centena de copias do “Reflexão de um tempo”, a fim de distribuí-los. E sugiro ao Eusébio fazer o mesmo. É indispensável chegar ao conhecimento dos seus colegas de direção das entidades sindicais dos frentistas de todo Brasil. Não esquecendo também, dos seus colegas membros dirigentes da Força Sindical, da qual ele é um dos mais expressivos.

Volte sempre, Eusébio, Deus o inspire!

Leia também:

A TERCEIRIZAÇÃO E OS TRABALHADORES

Por MIGUEL GAMA NETO -

Estamos diante de uma situação que, está comprometendo seriamente os direitos dos trabalhadores no Brasil, e que está atingindo todos os setores com perda de benefícios que os sindicatos conquistaram ao longo dos anos e também os direitos assegurados pela CLT.

Uma das principais mudanças e que atingiu diretamente os trabalhadores de postos de combustíveis, é a nefasta terceirização, tendo em vista ser uma área insalubre e de alta periculosidade, o risco de dano à saúde desses companheiros deve ser considerada, tendo em vista a alta rotatividade que acontece no seguimento.

* Miguel Gama Neto é presidente do Sindicato dos Empregados em Postos do ABC e Diretor da FEPOSPETRO.