25.12.15

NATAL NA ROCINHA AO SOM DE FUNK E TIROTEIO; UM MORTO E QUATRO FERIDOS

ALCYR CAVALCANTI -

A Rocinha vivia um Natal de muita paz e harmonia, até que o chamado espírito natalino resolveu ir embora no final da madrugada. Aí começa a pancadaria. Na localidade Roupa Suja, que fica na parte baixa logo acima do Túnel Zuzu Angel, no final da madrugada às 5h da manhã uma pancadaria deixou quatro feridos, um em estado grave no Hospital Miguel Couto, na Gávea. Pouco tempo depois um morto que foi identificado como Jorge Aruí de 49 anos, comerciante, foi encontrado dentro de uma lixeira. Policiais da UPP que estavam na passarela na entrada da favela, trocaram tiros com um "bonde" fortemente armado que fazia a ronda da madrugada. Eles vieram da Roupa Suja, localidade não urbanizada que teve as obras do plano inclinado e de saneamento interrompidas, apesar das promessas feitas durante as campanhas eleitorais através do PAC-1e PAC-2.

O transito de automóveis e coletivos ficou interrompido durante mais de uma hora e só foi restabelecido no início da manhã do dia 25/12. O clima de Natal não era de muita alegria, o presépio de Natal montado na parte alta pelos comerciantes com ajuda da contravenção este ano não foi feito, para a tristeza das crianças da localidade. A Rocinha tem seus inúmeros pontos de venda de drogas controlados pela rede criminal Amigos dos Amigos-ADA desde a época de Luciano, o Lulu ou Bigode para os mais chegados. Atualmente as bocas de fumo são dominadas por Rogério 157 homem de confiança de Antônio Bonfim Lopes o Nem que está em presídio de segurança máxima, mas que mantém o controle da imensa favela.