22.1.16

CATÁSTROFE NO MARANHÃO. INFELIZMENTE, DEFINITIVAMENTE, O BRASIL NÃO É UM PAÍS SÉRIO

MIRSON MURAD, atualizado dia 23 às 3h55 -



Deu no noticiário que nos EEUU a geada está tão violenta que, por lá, ela está sendo classificada como catástrofe.

Por essas bandas, no Maranhão, a catastrófica, segundo a mídia, está por conta da seca. A diferença é que no Maranhão, isso já ocorre há meio século e sua causa se chama "Máfia Sarney".

Naquele pobre Estado, só enriquece quem faz parte do clã e seus asseclas como o ex-ministro Edson Lambão.

Aliás, a catástrofe Sarney começou quando o Zé Mafioso assumiu a presidência da República e nunca mais largou o osso.

RHODIA

Há 30 anos a multinacional Rhodia está matando os moradores da região de Cubatão, interior de S.Paulo, com o Pó da China. Sua fábrica lá existente, naquela ocasião, por determinação da Justiça foi fechada, exatamente por essa razão.

Somente agora, 3 décadas depois, a Justiça decidirá se a Rhodia é culpada ou não. Se terá que indenizar as vítimas, se será obrigada a recuperar aquela região que está envenenada.

VALE

O Porto de Tubarão, em Vitória, no Espírito Santo, foi interditado por não estar cumprindo as determinações legais e causando enorme poluição.

A Vale é a sócia majoritária da Samarco, aquela que despejou lama no Rio Doce, provocando o maior desastre ecológico já registrado no Brasil.

Passados 2 meses e, até agora, ninguém foi preso. A Samarco modificou, sem autorização, a construção da obra de contenção dos rejeitos. O resultado foi essa catástrofe.

A Samarco recebeu prazo para apresentar um plano de contenção para possíveis outros desastres e não cumpriu. Ganhou mais 15 dias e nada fez.

Infelizmente, definitivamente, o Brasil não é um país sério.