25.2.16

ABSOLUTA SORDIDEZ PATRONAL CONTRA OS SINDICATOS E SEUS DIRIGENTES!

DANIEL MAZOLA -

O venal 'jornalismo de mercado' desqualifica e criminaliza as lutas do Movimento Sindical, colocando todos no mesmo balaio de corruptos e ladrões.


http://www.tribunadaimprensaonline.com/2015/10/absoluta-sordidez-patronal-contra-os.html

A nova campanha da mídia comercial para atingir, denegrir e eliminar direitos da classe trabalhadora não encontra limites. Quando não atacam governos eleitos democraticamente, cuja participação da classe trabalhadora por intermédio dos Sindicatos, Federações, Confederações e Centrais Sindicais é garantida, ataca o próprio movimento sindical. Se servindo de meia dúzias de pelegos, que se servem ou se serviram das entidades sindicais, roubando o seu patrimônio, dirigindo as entidades com se fossem propriedades suas, e o exemplo mais marcante está exatamente na triste figura do pelego Luizant Mata Roma (já falecido) que veio para o movimento sindical com a Ditadura Militar de 64, nomeado interventor do Sindicato dos Comerciários do Rio de Janeiro em 1966.

Durante as 4 décadas que esteve a frente do Sindicato dos Comerciários, praticou todos os atos de profunda irresponsabilidade, mormente no aspecto material. Com seu falecimento em 2006, assume a presidência do Sindicato seu filho, Otton da Costa Mata Roma. Os escândalos e roubos superaram o pai. Diante de tantas e tantas vezes denunciado, o Ministério Público acordou, promoveu a intervenção determinando novas eleições e, afastou a família Mata Roma por nepotismo.

Para a mídia serviçal do imperialismo capitalista não basta eleger um parlamento conservador que tem solapado direitos históricos da classe trabalhadora. Querem extinguir o movimento sindical no país, inviabilizando-o financeiramente.

Informações de bastidores dão conta que existe uma campanha sórdida e maquiavélica orquestrada pela FIESP e FIRJAN. A série de matérias publicada pelo jornal O Globo, entre os dias 20 e 25 de julho, intitulada Dirigentes sindicais se eternizam no poder é um evidente exemplo disso.

Matérias extremamente tendenciosas e completamente desfavoráveis aos interesses da classe trabalhadora vem sendo produzidas. Todas as Redes de Televisão (TV Globo, Rede Record, Band, SBT, Rede TV) além da imprensa escrita (tendo a sua frente os jornais, O Globo, Folha de SP e o Estadão), são as principais produtoras desse conteúdo venal. Logo mais essa nefasta campanha será ampliada para todo o território nacional via os jornais locais como: Zero Hora (RS), Correio Brasiliense (DF), Jornal do Comercio (PE), entre outros.

A proposta de extinguir a Contribuição (ou imposto) Sindical e o fortalecimento da Terceirização para dar fim a Carteira de Trabalho, voltará com toda força nas pautas diárias para garantir que sejam sepultadas no Congresso Nacional.

As tentativas de criminalizar a Luta da Classe Trabalhadora, mostram o quão as Entidades Sindicais verdadeiramente comprometidas com os interesses dos trabalhadores são necessárias e fundamentais.

Click AQUI, veja agora as reportagens de O Globo e alguns vídeos dessa sórdida campanha contra o movimento sindical. Só unidos barraremos esse Golpe contra a Classe Trabalhadora e o Povo Brasileiro!

*Em 27/10/2015.