5.2.16

GILMAR MENDES PODE PRESIDIR O TSE NA CASSAÇÃO DA CHAPA DILMA-TEMER

HELIO FERNANDES -


O país está inteiramente paralisado pela incompetência presidencial, e essa inércia pode ser prorrogada e prolongada, infinitamente. Agora por causa de recursos, dito constitucionais. A eleição de 2014 vem sendo contestada ha 1 ano, de duas maneiras que podem ter duas conclusões, rigorosamente conflitantes. Nenhuma tem prazo. E uma pode contrariar a outra, sem que haja precedência ou procedência na Constituição. 

Como é que o constituinte de 88, poderia imaginar que um presidente fosse responder ao mesmo tempo, a dois processos simultâneos de cassação? È o que está acontecendo.

Leia na COLUNA