12.2.16

"GLOBO, O CORINTHIANS NÃO É SEU QUINTAL"

Por ALTAMIRO BORGES - Via blog do autor -

O império global, com seu poder do dinheiro e da manipulação, tem enfrentando protestos cada vez mais intensos da sociedade. O site do ESPN registrou no final da noite desta quinta-feira (11) que as torcidas organizadas do Corinthians ergueram faixas de repúdio à TV Globo durante o jogo contra o Capivariano e foram reprimidas pela Polícia Militar. "Os panos tinham dizerem como 'jogo às 22h também merece punição', 'Rede Globo, o Corinthians não é seu quintal' e 'cadê as contas do estádio?'. As mensagens eram dirigidas à emissora que detém os direitos de transmissão e à diretoria alvinegra, cobrada por falta de transparência nos números da arena na zona leste".

Ainda de acordo com a reportagem, "assim que a primeira faixa foi aberta, policiais apareceram para retirá-la. Para justificar a censura oficial, instituída há algum tempo, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) usa o artigo do Estatuto do Torcedor que proíbe 'portar ou ostentar cartazes, bandeiras, símbolos ou outros sinais com mensagens ofensivas'. Começou, então, um jogo de gato e rato entre os policiais e os torcedores. Quando os PMs se afastavam, novo pano era aberto, e os cantos de protesto eram entoados". Já o site UOL, ligado à famiglia Frias, preferiu destacar que a "faixa contra a Globo gerou tumulto entre a Gaviões da Fiel e a PM". E a TV Globo simplesmente escondeu o protesto!

O fato é que o império global, que detém a exclusividade na transmissão das partidas e impõe regras absurdas - como os jogos às 22 horas, depois da novela, que penalizam os torcedores e prejudicam o futebol brasileiro -, não está mais com esta bola toda. Ela é vaiada nos estádios e também em outros espaços públicos, sendo rejeitada no seu poder monopolista. Durante o carnaval de rua deste ano, por exemplo, os jornalistas da emissora fizeram malabarismos para escapar dos gritos dos foliões contra a "Globo golpista" e "Fora Globo". Já se foi a fase em que o império midiático da famiglia Marinho, erguido com as benesses da ditadura militar, conseguia enganar todo mundo o tempo todo!

Registro: Parabéns à galera porreta do núcleo "Futebol, mídia e democracia", que lançou em meados do ano passado, na sede do Centro de Estudos Barão de Itararé, a campanha contra a transmissão dos jogos às 22 horas. Várias torcidas organizadas e torcedores inorgânicos aderiram ao protesto contra a ditadura da TV Globo no esporte que é a maior paixão nacional. Os frutos começam a aparecer. Com o tempo, o império global até poderá ser obrigado a recuar nesta aberração contra os torcedores, os times e o próprio futebol brasileiro. "Jogo 10 da noite, não"!