5.2.16

MPF, AS DEZ MEDIDAS CONTRA A CORRUPÇÃO E O AUXILIO MORADIA

EMANUEL CANCELLA -

Esse auxílio-moradia transforma o triplex, que não é de Lula, em barraco!


O MPF passa um abaixo-assinado com dez medidas de combate à corrupção. Mas o MP mineiro arquivou, por duas vezes, a denúncia da construção, no governo de Aécio Neves, de um aeroporto no município de Claudio, com dinheiro público, e em terras da própria família. Esse MP, ao invés de aceitar a denúncia, arquiva.

Isto torna vulnerável o próprio Aécio, já que existe um indício de ligação entre este aeroporto e o “Helicoca”, o helicóptero do senador Zezé Perela, amigo de Aécio, que caiu com 450 quilos de cocaína. Como não investigam, fica a dúvida!

Esse mesmo MP mineiro que não investiga, quer morar bem, e para isso vai ganhar R$ 1 bi  às custas do contribuinte. Mas verdade seja dita, eles não são egoístas, pois  abrem precedentes proporcionando a ministros, juízes, desembargadores, e promotores federais, além de outros, essa “ajudinha”. Receberão também os membros dos Tribunais de Contas e semelhados.

Tem aí uns R$ 30 bilhões de atrasados, fora o pinga-pinga mensal, sem imposto e livre para gastar, mesmo morando no local de trabalho e possuindo imóvel próprio.

É um valor que deixa no chinelo as estimativas de perdas com a corrupção surgidas na Lava Jato, estimadas em R$ 6,2 bi pela auditoria da Petrobras e em R$ 19 bi pela Polícia Federal.

Que tal um abaixo assinado para barrar esse auxílio moradia, colocar esses R$ 30 Bi no programa “Minha Casa minha Vida” e escrever juízes, promotores e desembargadores no Programa!

Fonte: Gazeta de Joinville, 2 de fevereiro de 2016.

*Emanuel Cancella é coordenador do Sindicato dos Petroleiros do Estado do Rio de Janeiro (Sindipetro-RJ) e da Federação Nacional dos Petroleiros (FNP).