13.2.16

POETAS E POESIAS DE ONTEM E HOJE

CELLY ADELINA e MARCELO MÁRIO MELO -


Golpes ao Coração
(Celly Adelina)

Às vezes, quero parar
De pensar, de sentir,
De buscar,
Mas, se é o Darma,
Missão que me foi dada,
Do que valeria fugir.
Feixes de Luz
Como Jonas, 'acabaria na barriga do peixe’
Vou ter que enfrentar  sem barricas
Toda a hipocrisia da mídia 
Assumir e  pensar
E sentir
E buscar
E lutar
E clamar
Fica!
Assim,
Completando
O destino celeiro
O Darma perfeito
Do País Coração

***
Diretriz

(Marcelo Mário de Melo)
Preciso é continuar seguindo

contra a corrente
a nuvem cinza 
a maioria
o amargo dia
com insistência 
olho vivo
flor e cultivo
os canteiros da praça
o jardim dentro de mim.

Seguindo sempre assim.