29.2.16

POETAS E POESIAS DE ONTEM E HOJE

MARCELO MÁRIO MELO E CELLY ADELINA -


O PRESO E O ESPAÇO

O preso aprende

a ponderar o espaço
em compassos 
de pulso encarcerado.


Espaço 
de um vão
para dormir e respirar 
em compulsória companhia

Espaço 
que abrevia o calendário
em vias de visita semanal
contando um mês 
de quatro dias.

Espaço do abc do não 
do sub 
do tentáculo.

Leia mais em CULTURA