1.2.16

TRABALHADORES DOS POSTOS DE COMBUSTÍVEIS DO MUNICÍPIO DO RIO DE JANEIRO REIVINDICAM 12,69% DE AUMENTO REAL

Via SINPOSPETRO-RJ -

Em assembleia realizada no último sábado (30), na sede do SINPOSPETRO-RJ, no Grajaú, Zona Norte da capital, os trabalhadores dos postos de combustíveis do Município do Rio de Janeiro aprovaram a pauta de reivindicação das cláusulas econômicas, que será entregue ainda neste mês para o Sindcomb (Sindicato Patronal).  Entre os principais itens reivindicados pela categoria estão: aumento real nos salários; ticket refeição; um piso salarial de Participação nos Lucros e Resultados(PLR), implantação da função caixa e reajuste do vale-alimentação.

O presidente do sindicato, Eusébio Neto fez questão de explicar que para mudar a realidade e conquistar avanços, a categoria precisa participar efetivamente da assembleia, que é a instância máxima e tem poder de mudar tudo. Ele  destacou que todo o avanço é resultado do envolvimento e da determinação das pessoas. “É a união que faz a força. O trabalhador sozinho não consegue reajuste e benefícios, é importante se conscientizar da necessidade de se organizar e participar do processo negocial. Na relação capital e trabalho só se obtém resultado com pressão. O patrão ganha com a desunião da categoria, por isso é preciso se posicionar e ter atitude”.


REIVINDICAÇÃO
O sindicato está reivindicando para os trabalhadores um aumento real nos salários de 12,69%, além do índice do INPC de março. O presidente Eusébio Neto explicou que neste ano só serão negociadas as cláusulas econômicas e que o índice do aumento real representa as perdas sofridas pela categoria ao longo do tempo. Ele afirmou que sindicato vai brigar para conquistar o tíquete refeição diário de R$ 15,00( quinze reais), reivindicação antiga da categoria e bandeira de luta da entidade. Eusébio pediu para os trabalhadores pressionarem os patrões para conquistar o benefício.  A alimentação é fundamental e o trabalhador  às vezes cumpre sua jornada e não tem dinheiro para comer. A pauta também prevê o aumento do vale-alimentação para R$ 300,00(trezentos reais).

Eusébio Neto disse que vai insistir na criação da função caixa, com pagamento de adicional de 50% para os frentistas que acumulam a responsabilidade de guardar o dinheiro da empresa. Ele afirmou que o trabalhador não ganha para ser caixa, que é uma função de risco. “Qualquer diferença é descontada do empregado que ganha pouco e ainda tem que pagar falta de caixa, isso é um absurdo.”

O sindicato quer elevar o percentual do adicional noturno para 50%. Atualmente a lei autoriza o pagamento de adicional de 20% para os empregados que trabalham à noite. A pauta prevê ainda o aumento do seguro de vida para R$ 38.000,00 (trinta e oito mil reais).

A pauta propõe a criação do adicional por tempo de serviço. O percentual de 3%  da remuneração mensal seria pago por ano de serviço efetivamente prestado ao mesmo empregador. Está sendo reivindicado também um piso salarial da categoria de Participação nos Lucros e Resultados (PLR). O pagamento do benefício deverá ser feito em duas parcelas.

Apesar das discussões deste ano envolverem apenas as cláusulas econômicas, o presidente Eusébio Neto incluiu na pauta a obrigatoriedade do curso de implantação da NR 20. Ele disse que o tema é de extrema importância, já que trata da saúde e segurança do trabalhador. “Não podemos deixar para discutir essa questão só no próximo ano. A princípio, o posto para funcionar precisa ter todos os trabalhadores capacitados”.

CONQUISTAS
Eusébio Neto lembrou que adicional de periculosidade de 30% pago a todos os trabalhadores do posto de combustível, no Município  do Rio, é uma grande conquista do sindicato. Antes de 2013, os funcionários das lojas de conveniência não recebiam o adicional. A Participação nos Lucros e Resultados também é uma vitória do SINPOSPETRO-RJ. Na Convenção Coletiva de 2015/2016, o sindicato conseguiu incluir a cláusula que permite aos trabalhadores, que têm carro, optarem em substituir o vale-transporte pelo mesmo valor do benefício em combustível.

MUDANÇA
O trabalhador não deve ter medo de reivindicar os seus direitos. O presidente do sindicato disse que o empregado precisa cumprir com seus deveres, mas não pode se deixar ser explorado. Para conquistar um futuro melhor para família, o trabalhador tem que ser mais participativo, ficar atento aos acontecimentos e lutar para construir uma sociedade mais justa. Eusébio Neto alertou os trabalhadores sobre os projetos em tramitação no Congresso, que preveem a retirada de direitos de todos os trabalhadores.

ANIVERSÁRIO
No final da assembleia a vice-presidente do sindicato, Aparecida Evaristo, puxou um coro de parabéns para o frentista Eliotônio Rodrigues aniversariante do dia. A diretoria do SINPOSPETRO-RJ e os trabalhadores prestaram uma homenagem a Eliotônio , que trabalha no posto Lins e é sindicalizado há mais de seis anos.

*Estefania de Castro, assessoria de imprensa Sinpospetro-RJ.