18.3.16

COMISSÃO ESPECIAL DO IMPEACHMENT TEM 65 MEMBROS. CUNHA NOTIFICA DILMA, PAULO MALUF (PP) É UM DOS COMPONENTES

ALCYR CAVALCANTI -


A Comissão Especial que vai analisar o pedido de impeachment da presidente Dilma Roussef na Câmara dos Deputados está formada com 65 membros de vários partidos. A presidente já foi notificada e tem prazo para apresentar sua defesa. Eduardo Cunha vai convocar os deputados para os trabalhos às segundas e sextas feiras, dias tradicionais de folga, para a rápida conclusão do relatório da Comissão Especial.

O presidente é o deputado Rogério Rosso e o relator da Comissão é o deputado Jovair Arantes do PTB de Goiás que tem bom transito com o presidente da Câmara Eduardo Cunha e também com o ex-presidente Lula. Alguns deputados membros da Comissão são investigados na Operação Lava-Jato, mas o nome que chamou mais atenção foi o do deputado Paulo Salim Maluf do PP de São Paulo, réu em alguns processos e que já foi procurado pela Interpol. O presidente da Comissão Rogério Rosso disse estar ao lado do povo e que é preciso ter serenidade e união. Para Eduardo Cunha qualquer que seja o resultado da Comissão vai ser submetido ao plenário da Câmara que, sem dúvida, segundo o presidente da Câmara, tem que estar em sintonia com a população. Para Cunha "A Comissão é um rito de passagem".

Leia também:

IMPEACHMENT ABERTO, CUNHA NOTIFICA DILMA