27.3.16

JORNALISTAS CONTRA O GOLPE: ROMÁRIO SCHETTINO, CARLOS ALBERTO MATTOS E EMIR SADER

Por ROMÁRIO SCHETTINO -

A Associação Brasileira de Imprensa Não Pode Ficar em Silêncio.

É inconcebível a omissão de uma entidade como a ABI, que deveria estar preocupada com a quebra do Estado de Direito Democrático.

Os jornalistas brasileiros devem defender a liberdade de expressão, garantida na Constituição, mas não podem deixar de preservar a equidade, o equilíbrio ao produzir a notícia e a sua divulgação. Tudo o que os meios de comunicação comerciais estão fazendo no Brasil é promover a ruptura da ordem institucional, tamanho é o desequilíbrio da cobertura jornalística.

A ABI não pode continuar fingindo que não vê a arbitrariedade e o perigo que atingem o Brasil neste momento.
*Romário Schettino, é jornalista, ex-presidente do Sindicato dos Jornalistas do DF.

COMBATE AO ESTADO POLICIAL
Por Carlos Alberto Mattos

O que vemos hoje no Brasil é uma ação coordenada nos bastidores entre expoentes do poder judiciário, parte do poder legislativo, grandes órgãos de imprensa e empresários de oposição para interromper um governo legitimamente eleito e que vem se pautando justamente por não cercear o combate à corrupção.

É preciso fazer frente ao estado policial que se instaurou na república.

É preciso mostrar que as alternativas são pífias, quando não assustadoras. Com o PSDB entrevado no papel feio de linha auxiliar da direita que aceitou nos últimos anos, restam os Bolsonaros, os Cunhas, as bancadas religiosas e as viúvas da ditadura na boca de espera para assumir o poder.
*Carlos Alberto Mattos, é Jornalista, Crítico Cinematográfico.

EM DEFESA DA DEMOCRACIA
Por Emir Sader

O que está em jogo neste momento no Brasil não são apenas as conquistas dos anos recentes, mas também a continuidade e aprofundamento da democracia ou o retrocesso para processos conservadores do ponto de vista econômico e repressivo do ponto de vista social.

A direita quer criar um consenso artificial a favor do impeachment e da exclusão do Lula da vida política. Cabe aos democratas construir o consenso popular pela democracia, em que a ABI sempre teve papel de vanguarda.
*Emir Sader, é Jornalista e Cientista Político.

PRESIDENTE DA ABI DEMONSTRA QUE NÃO TEM CONDIÇÕES DE EXERCER O CARGO AO DESTRATAR ASSOCIADO EM SEU GABINETE