14.3.16

NINGUÉM COMBATE A CORRUPÇÃO AO LADO DA GLOBO E DA FIESP

EMANUEL CANCELLA -


Como brasileiro, me senti representado pela maioria que foi às ruas no dia 13, na passeata em todo o Brasil. O governador Geraldo Alckmim foi chamado de ladrão de merenda e Aécio Neves de corrupto, em plena Avenida Paulista. Isso não tem preço! Eduardo Cunha, mesmo sem aparecer, foi hostilizado. Figuras como Agripino Maia e FHC nem deram as caras, com certeza com medo! Marta Suplicy foi vaiada!

No mais, temos convergência com a maioria dos brasileiros que foram às ruas, já que todos nós queremos o combate à corrupção, a prisão de corruptos e corruptores e a soberania nacional. A camisa verde/amarela é de todos os brasileiros! Discordamos somente desses grupos neonazistas, a maioria financiados pela Globo, Fiesp e pelo dinheiro vindo do exterior, principalmente dos EUA. Esse grupos manobram o povo contra a democracia, pedem a ditadura, o fim do PT  e atacam Lula e Dilma , mas sempre por algum motivo espúrio, ou porque representam a classe mais privilegiada ou têm interesse em levar nosso petróleo, como os americanos. Só por isso querem o fim do petismo, pois foi Lula e o PT que afastaram o perigo da privatização da Petrobrás, retomaram a indústria naval e no governo Lula se descobriu o pré-sal. Na verdade, nunca se combateu tanto a corrupção como nos governos de Lula e Dilma!

Com certeza que a maioria dos manifestantes quer cadeia para os corruptos de todos os partidos, não somente do PT! A maioria concorda que a presunção de inocência é de todos os brasileiros, pois até que se prove o contrário todos somos inocentes. O direito de ampla defesa é de todos os brasileiros, ninguém pode ser preso até que o processo tenha sido transitado em julgado. Ninguém quer blindar o ex-presidente Lula e a atual presidente Dilma, pois ninguém está acima da lei, mas vamos exigir respeito ao ex-presidente Lula, contra o qual nada se provou, apesar de vasculharem a vida dele toda, não é à toa que tentam atingi-lo através do filho, da nora, do amigo e do compadre e de imóveis que não são dele.

Quanto à presidente Dilma, ela foi eleita pela maioria dos brasileiros e, em respeito à Constituição Federal, precisa governar e em paz!

Agora o que é inaceitável é a Fiesp apoiando um movimento contra a corrupção. Logo a Fiesp, que apoiou a ditadura e também onde estão os maiores sonegadores do país, números que podem ser vistos no Sonegômetro, sendo a sonegação  a maior corrupção no país, e tudo com a conivência do Ministério Público e da Receita Federal!

Como o governo não consegue acabar com a sonegação, tenta criar a CPMF para buscar novas formas de arrecadação, e tirar o país da crise, aliás, a CPMF é, dos impostos, o mais justo porque pega a todos na movimentação financeira. A Fiesp é contra a CPMF, mas nada faz para acabar com a sonegação. Na verdade, a Fiesp quer destruir o governo e usa de todas as armas, principalmente as mais covardes!

E a maior afronta a todos os brasileiros é a Globo, uma concessão pública, convocando, através de seus artistas, manifestação contra o governo! Trinta segundos de inserção na Globo custa R$ 500 mil, quanto a Globo gastou convocando a passeata o tempo todo? E o movimento dos trabalhadores quando tentam colocar alguma mensagem na emissora, além do alto custo, eles rejeitam e dizem que não concordam com o conteúdo.

As manifestações são muito bem vindas, muita gente na ditadura militar foi perseguida, presa, torturada e morta para que tivéssemos esse direito. A Globo apoiou e cresceu apoiando a ditadura, e depois, na maior desfaçatez, fez autocrítica, entretanto agora essa mesma  Globo tem o desplante de chamar protesto para derrubar o governo eleito pela maioria do povo. Na verdade, a Globo, além de ser a empresa mais corrupta do país, tem dificuldade de viver na democracia!

Fica aí nosso protesto, no dia de ontem: ninguém vai combater a corrupção ao lado da Fiesp e da Globo!

*Emanuel Cancella é coordenador do Sindicato dos Petroleiros do Estado do Rio de Janeiro (Sindipetro-RJ) e da Federação Nacional dos Petroleiros (FNP).