22.3.16

PRENDERAM MAIS UM EXECUTIVO DA PETROBRÁS, ÓTIMO! QUERO SABER QUANDO UM REPRESENTANTE DA GLOBO CORRUPTA VAI SER PRESO?

EMANUEL CANCELLA -

Mais um executivo da Petrobrás foi preso, Raul Schmidt Junior, ligado ao diretor da área internacional da companhia, o também preso Jorge Zelada. A sociedade precisa saber que o Sindicato dos Petroleiros do Rio, muito antes da Lava Jato, já denunciava a maioria desses diretores e executivos presos. Enterros simbólicos em frente à sede da Petrobrás e nas unidades, escracho na residência dos diretores, bem como denúncias enviadas à PF e ao Ministério Público. Não houve qualquer resposta desses órgãos, muito pelo contrário, pois ao invés de punir os denunciados, ameaçavam a nós, os diretores que denunciávamos. Chegamos a ser proibidos pela Justiça de falar ao microfone o nome de alguns desses, inclusive de colocar o nome deles no boletim.

O ex-presidente do Sindipetro/Caxias, Nilson Cesário, por fazer denúncias de corrupção à PF ao MP e a justiça contra os dirigentes da Petrobrás/Reduc, foi condenado e teve que pagar com sextas básicas para não ser preso.

Enquanto os sindicalistas petroleiros são punidos pela justiça, o juiz Sérgio Moro, que chefia a Lava Jato, recebeu prêmio da Globo como gente que faz a diferença.

A verdade é que, se antes ninguém se interessava pela corrupção na companhia, e agora a mídia só fala nisso, é por um sórdido e único motivo: querem destruir a imagem da Petrobrás para entregá-la.

Escândalos como o da merenda nas escolas e do metrô de São Paulo, e outros maiores que o da Petrobrás como o Zelotes e o Swssleaks, que além da Globo envolve a Band, Folha, Grupo RBS, Editora Abril responsável pela Veja, Jovem Pan, entre outras empresas de comunicação. Nessas corrupções ninguém fala, investiga e ninguém vai preso.

Lógico que a Globo está por trás dessa campanha difamatória contra a Petrobrás. Na gestão de FHC a privatização era viabilizada assim: por um lado a mídia, principalmente a Globo, destruía a imagem da empresa, e por outro o governo congelava as tarifas e a empresa assim não podia investir para se modernizar. Pronto, estava pronta para ser entregue! Fizeram isso com a Vale, que acabou vendida a preço negativo.

A Globo, no governo de FHC, já tentava privatizar a Petrobrás, fazendo campanha na mídia, comparando a Petrobrás a um paquiderme e chamando os petroleiros de marajás. E ainda hoje, a Globo faz campanha intensa e diária contra a Petrobrás chegou ao extremo de dizer em editorial que o  pré-sal pode ser patrimônio inútil.

Todos os brasileiros honestos concordam com o combate a corrupção, e que ela seja investigada em todas as empresas, inclusive na Petrobrás, e que prendam todos os corruptos e corruptores. Aliás, isso só esta acontecendo nos governos do PT.

Agora focar a corrupção somente na Petrobrás é uma forma de destruir a companhia que mais investe no Brasil.

A Petrobrás responde por 13% do PIB brasileiro; com os impostos que paga financia de 60% a 80% da obras no país, são milhões de empregos. E além de abastecer ininterruptamente de derivados de petróleo há 61 anos; os petroleiros e a Petrobrás desenvolveram tecnologia inédita no mundo que propiciou a descoberta do pré-sal. Com essa descoberta, a Petrobrás acumula reservas de mais de 100 bi de barris petróleo, o que garante o abastecimento do país no mínimo nos próximos 50 anos. O pré-sal já produz mais de um milhão de barris por dia, o suficiente para abastecer junto todo o Mercosul. Considerando o barril a U$ 40, temos um tesouro de U$ 4 trilhões, essa empresa está longe de estar falida. Mas isso tudo a mídia não diz!

A mídia  quer passar a ideia de que a corrupção começou e só existe na Petrobrás e nega a contribuição que seus trabalhadores e a companhia prestam ao Brasil, isso tudo para destruí-la. A Petrobrás, para divulgar na mídia a conquista pela terceira vez do premio OCT, considerado o “Oscar” da indústria do petróleo, teve que pagar, entretanto notícias negativas contra a companhia são divulgadas a todo instante. E a Globo sempre está à frente das denúncias contra a companhia, com o objetivo único de facilitar a entrega de nossa Petrobrás  aos gringos;

A Globo que manipula a opinião pública contra a Petrobrás é a mesma que está envolvida no Swssileaks, com contas na Suíça para lavagem de dinheiro; que sonegou o Imposto de Renda da Copa do mundo de 2002; que é a principal suspeita de corrupção no escândalo da Fifa, já que foi monopolista das transmissões esportivas, inclusive o seu principal sócio, a TV TEM de São Paulo, é réu confesso no processo; a Globo apoiou e cresceu à sombra da ditadura e usou por 21 anos sem pagar o satélite da Embratel e foi contra a campanha das “Diretas Já!”.

Quando a Globo vai ter um dirigente corrupto preso?

*Emanuel Cancella é coordenador do Sindicato dos Petroleiros do Estado do Rio de Janeiro (Sindipetro-RJ) e da Federação Nacional dos Petroleiros (FNP).