20.3.16

NOTÍCIAS EM ANÁLISE: GILMAR MENDES CONTRA GILMAR MENDES

MIRSON MURAD - atualizado (20/03) às 19h00 -


A CGU vai entrar com recurso contra decisão do ministro do STF, Gilmar Mendes, que atendeu aos interesses dos partidos políticos PSDB e DEM contra a nomeação de Lula para ministro, usando decisão do próprio Gilmar Mendes em decisões anteriores em que ele, Gilmar, nega recurso idêntico a partido político declarando que o STF não pode atender recursos de partidos políticos nesses casos.

Ou seja, Gilmar Mendes atropela decisão anterior do ministro do STF Gilmar Mendes. É o ministro Gilmar Mendes, contrário a decisão do ministro Gilmar Mendes.

Ao que parece, a decisão do ministro Gilmar Mendes é uma se for para a direita e outra se for para esquerda. "Imparcialidade" absoluta!

"Dura lex sed lex"...

"De todas as injustiças a mais abominável é a desses homens que quando enganam procuram parecer homens de bem". (Marco Túlio Cícero)

***

O Juiz Moro justificou a publicidade, por ele autorizada, da gravação ilegal de conversa telefônica da presidenta da República com Lula alegando que naquela ocasião não reparou que ela ocorrera bem depois de sua ordem de cancelamento.

Uma pergunta ao Dr. Moro que precisa ser bem esclarecida: - Foi intencional "seu esquecimento" ou acidental por falta de atenção do juiz?

Se foi intencional é grave, muito grave, sua atitude. Se foi uma distração, falta de atenção, é mais grave ainda, assinar sem analisar bem o que está fazendo... Ô cabecinha de Santo Onofre!

A AFRONTA DE TEMER

O vice-presidente - traíra - Michel Temer disse ser uma afronta a posse de um pemedepista para o ministério Dilma e - grosseiramente - não compareceu ao ato.

Afronta não assusta o Temer já que ele nada tem a temer. Afronta, Temer, ao povo brasileiro,  é o seu PMDB estar sempre agarrado ao governo da vez para usufruir benesses. Afronta é o seu partido manter em seus quadros uma crápula como o Cara de Cunha.

JUIZ PANFLETEIRO

O juiz federal Itagiba Capa Pretta Neto, participa de passeata na Paulista contra a presidenta Dilma e Lula, sua esposa assina abaixo-assinado contra o governo federal constituído pelo voto livre e, cínicamente, vem declarar que sua posição política não interfere em seus julgamentos.

Segundo a ética jurídica, para quem a pratica, o meretíssimo deveria não deveria usar sua caneta, como fez, contra a nomeação de Lula para o ministério Dilma e declarar-se impedido.

O que será que está escondido por baixo da sua capa preta?