5.4.16

NOTÍCIAS EM ANÁLISE: TÂNIA, QUEM É VOCÊ? A COMPRA DE VOTOS E SUAS ORIGENS

MIRSON MURAD - atualizado às 19h45 -



Hoje, a presidenta Dilma concedeu uma entrevista coletiva com a presença de inúmeros jornalistas, inclusive uma de nome Tânia. (???)

A referida jornalista tomou conta da coletiva transformando-a em entrevista exclusiva. Fazendo uma pergunta atrás de outra, sem nenhuma chance para os demais jornalistas presentes, uma tremenda deselegância e falta de profissionalismo para os outros que ali estavam, também, com a missão de fazer uma reportagem.

Tânia insistia em colocar "casca-de-banana" no caminho da presidenta Dilma buscando fazê-la escorregar.

Afinal!... Quem é você Tânia?


A COMPRA DE VOTOS E SUAS ORIGENS

A oposição sapeca que quer porque quer, a qualquer custo, mesmo com o Brasil passando por imensa crise política, moral e financeira, até mesmo com o povo sofrendo agruras como o desemprego - tudo por culpa de sua campanha implacável e injusta contra o governo Dilma - se declara estarrecida pela compra de votos anti-impeachment.

Acontece que esse expediente político tem escola exatamente na oposição ruidosa. Foi o governo do PMDB quem comprou, pagando alto custo, o aumento de 4 para 6 anos a permanência de José Mafioso Sarney na presidência.

Foi o PSDB quem negociou, abertamente, e comprou a reeleição para seu presidente Fernando Henrique Cardoso (FHC). Cada voto teria custado 500 mil reais.

Ainda está bem fresco na memória dos brasileiros a cínica declaração daquele deputado que recebeu o Ministério da Indústria e Comércio em troca de seu voto ao repetir São Francisco de Assis dizendo não ficar constrangido porque " é dando que se recebe".