16.4.16

NOTÍCIAS EM ANÁLISE: MICHEL TEMER NÃO É O VICE-PRESIDENTE; SERRA ACABARÁ COM O GENÉRICO; E, POR FALAR EM REMÉDIOS!

MIRSON MURAD -



O nome verdadeiro do vice-presidente da República não é Michel Temer. Seu nome é Michel Silvério dos Reis Calabar Temer.

Para os íntimos, Michel Temer é conhecido, carinhosamente, por Judas Brutus e, entre seus mais ardorosos amigos, encontra-se o Eduardo Cara de Cunha.

Aliás, segundo dizem, os dois são tão unidos que Michel não toma nenhuma decisão sem antes consultar o Cara de Cunha.

Ah!...Como é linda uma amizade sincera. A fidelidade é a marca registrada em parcerias como essa. Não é lindo?

SERRA ACABARÁ COM O GENÉRICO

Os remédios genéricos produzidos no Brasil pelo Decreto 793\93 de 1993, criado pelo ministro da Saúde do governo Itamar Franco, Jamil Haddad, poderão ser proibidos se o Zé Pinóquio Serra vier a ocupar o ministério num (im)provável governo Michel Silvério dos Reis Calabar Temer, vulgo Judas
Brutus.

Aliás, Temer agora vai adotar mais um nome. Pitonisa será acrescido. (Se Edson Arantes do Nascimento registrou Pelé, por que Michel não pode registrar Pitonisa?)

Zé Pinóquio Metrô Paulista Chevron Pré-Sal Serra, quando Jamil Haddad decretou a produção dos genéricos para que o povo pagasse mais barato pelos remédios, Zé Pinóquio Serra combateu - com todas as suas forças políticas - mas não conseguiu impedir.

Jamil Haddad foi vitorioso contudo, infelizmente, Doutor Jamil já faleceu e nada poderá fazer. Pinóquio Serra vai deitar e rolar na destruição dos genéricos. Quem viver, verá!

E, POR FALAR EM REMÉDIOS, OH DILMA!

Por que será que a presidenta Dilma assinou autorizando a fabricação da Pílula do Câncer se a ANVISA, anteriormente a havia condenado?

Segundo as autoridades da Saúde essa pílula não cura nenhum câncer e ainda contém impurezas. Iludir o povo que pensa em ser curado por tal pílula é muita irresponsabilidade.

Dilma, Dilma. Oh Dilma!...