15.4.16

PEZÃO E DORNELLES: INCOMPETÊNCIA OU DESPREZO AO ELEITOR?

MIRSON MURAD -


Os governadores do Rio de Janeiro, Pezão e Dornelles (em exercício), declaram exaustivamente, pessoalmente ou através de seu secretariado, que o Estado está sem dinheiro para pagar a merenda escolar, o salário dos professores, os médicos, a segurança e, até mesmo os aposentados estaduais.

Pasmem! idosos com 70 \ 80 ou mais anos de idade, sem qualquer possibilidade de trabalhar e deixar de passar fome e ou pagar suas contas. Contudo, pagam impostos ao Estado sempre que conseguem comprar um pão para matar sua fome e que trabalharam - a vida inteira - honrando seus compromissos funcionais e de cidadãos, agora são abandonados, desprezados, vilipendiado pelos dois que governam o RJ.

Entretanto, aqui faço uma pergunta DIRETA e que carece de resposta IMEDIATA de pezão e Dornelles: O salário de suas excelências, de seu secretariado, dos sub-secretários e demais assessores, dos deputados estaduais também não estão caindo - RELIGIOSAMENTE - em suas contas?

Se não há dinheiro para salvar vidas nos hospitais, se não existe um dinheirinho para o lanche que as criancinhas necessitam para encher suas barriguinhas vazias e matar sua fome, consequentemente, se nossos governantes são pessoas probas, se seu respeito humano e sua dignidade prevalecem sobre seus interesses pessoais, sobre suas mordomias, essas autoridades - TAMBÉM - estão sem receber sua "grana" que não é nada pouca.

Em caso contrário, é uma atitude indigna (para não usar palavras mais pesadas).