18.5.16

ENSAIO: POLÍTICA FISCAL E MONETÁRIA EXPANSIVA COMO SAÍDA PARA A CRISE BRASILEIRA

JOSÉ CARLOS DE ASSIS -


O ensaio publicado em POLÍTICA, inevitavelmente longo, responde a uma pergunta que me foi feita por um empresário no contexto da mudança do Governo: “Quem vai pagar a dívida pública interna de 3 trilhões de reais herdada por Temer?” Respondi a ele: “Ninguém”. Vi que ele desconfiou da resposta, encharcado, como todo brasileiro, de propaganda de banqueiros e financistas que assustam permanentemente a população com o fantasma da dívida, em qualquer nível que ela esteja. Diante disso, vão no ensaio as razões para que a sociedade não tema os efeitos da dívida pública de 3 trilhões, ou mais ainda, mesmo que gente como Henrique Meirelles, que trata a economia como um contador, queira usar a dívida como uma trava do crescimento.

Leia em POLÍTICA