10.5.16

PARALISAÇÕES CONTRA GOLPE OCORREM EM 15 ESTADOS

Via Brasil de Fato -

Articulado pelas Frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo, dia de mobilização indica resistência a possível gestão Temer.


Organizado pelas Frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo, ações e mobilizações foram realizadas em, ao menos, 15 estados brasileiros na manhã desta terça-feira (10), “Dia Nacional de Mobilização em Defesa da Democracia e dos Direitos Trabalhistas". Os atos incluíram manifestações de rua, bloqueio de vias e paralisações em escolas, faculdades e empresas. As organizações que articulam as atividades afirmam que os protestos indicam a disposição de resistência da classe trabalhadora contra o impeachment da presidenta Dilma Rousseff e a um possível governo do então vice-presidente Michel Temer.

Até o fechamento desta matéria, diversos protestos ocorreram nos seguintes estados: Minas Gerais, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Bahia, Rondônia, Pernambuco, Paraíba, Espírito Santo, São Paulo, Pará, Piauí, Maranhão, Paraná e Rio Grande do Norte, além do Distrito Federal.

Raimundo Bonfim, coordenador nacional da Central de Movimentos Populares (CMP), que integra a FBP, diz que as manifestações de hoje são um indicativo do que ocorrerá caso Temer assuma como presidente, instaurando um “governo ilegítimo, ilegal, fruto de um golpe sem base jurídica”.

“Quanto mais eles apertam do lado de lá, nós temos que apertar do nosso lado. Estamos dando uma sinalização de que eles não vão atacar a Constituição e nossos direitos sem resistência popular. É uma demonstração! Terá muito mais, caso o impeachment continue”, diz Bonfim.

MG
Em Minas, as BRs 262 e 116 fechadas por agricultores familiares. Bloqueios ocorrem nas cidades de Realeza e Manhuaçu. A BR 040 também foi fechada, o que inviabilizou o funcionamento das mineradoras Vale, Ferrous Resources, Gerdau e CSN na região.

RJ
Uma ação ocorreu na refinaria Duque de Caxias, realizada por petroleiros, atingidos por barragens e outros movimentos populares. A estrada que leva ao porto de Itaguaí também foi bloqueada. Mais atividades estão previstas para a tarde desta terça.

RS
Ao menos 15 rodovias foram bloqueadas no Rio Grande do Sul, entre elas, as que passam por Viamão, Eldorado do Sul, Nova Santa Rita, Pelotas, Rio Grande, Santana do Livramento, Manuel Viana, Bossoroca, Alvorada, Julio de Castilhos, Santa Maria, Carazinho, Marcelino Ramos e Caxias do Sul. Houve paralisação de metroviários, bancários e professores estaduais.

BA
Houve bloqueios em rodovias, como as BA 522 e BR 324. Aulas na Universidade Federal da Bahia (UFBA) também foram interrompidas.

RO
Em Rondônia, atingidos e atingidas por barragens militantes do MAB participam das mobilizações contra o golpe, bloqueando vias.

PE
A BR 101, em Suape, em Pernambuco, foi bloqueada, o que gerou tensões com a tropa de choque da PM.

PB
João Pessoa, capital paraibana, amanheceu com garagens de ônibus e linhas de trem bloqueadas por manifestantes.

ES
A polícia repreendeu duramente protesto realizado em Vitória, Espírito Santo, que bloqueava uma das vias da cidade.

SP
Na região metropolitana de São Paulo, diversas vias foram bloqueadas pela manhã, incluindo a Marginal Tietê e a Avenida 23 de Maio, importantes eixos de ligação da cidade.

PA
Sem Terra bloquearam a rodovia estadual PA 275 na altura do acampamento Frei Henri, entre os municípiod de Curionópolis e Parauapebas.

PI
O entroncamento da BR 407 e BR 116 foi ocupado, na altura do município de Picos.

MA
Em Vargem Grande, manifestantes ocuparam a BR 222.

PR
Cerca de duas mil pessoas fizeram abraço simbólico no Banco do Brasil, da Praça Tiradentes, e na Caixa Econômica, na Praça Carlos Gomes, no Centro de Curitiba.

RN
As entradas de acesso ao campus central da Universidade Federal do Rio Grande do Norte foram bloqueadas durante parte da manhã.

DF
Movimentos paralisaram as BRs 020 e 070.

ACOMPANHE EM TEMPO REAL NO RADAR DE LUTAS POPULARES DO BRASIL DE FATO: http://radar.brasildefato.com.br/