29.5.16

PROCESSO MOROSO É DÉBIL E NÃO SE JUSTIFICA

ROBERTO MONTEIRO PINHO -

(...) “Decorridos uma década, temos 108 milhões de ações tramitando no judiciário brasileiro. O investimento público na justiça, mesmo quando não existia crise econômica, o subsídio foi injetado, mas jamais deixou de encalhar ações, permanecendo em crescente morosidade.


Leia mais na COLUNA