14.5.16

REDE FORZA APRESENTA PROPOSTA PARA PAGAR RESCISÕES TRABALHISTAS

Via SINPOSPETRO-RJ -


Falta apenas um pequeno ajuste para o SINPOSPETRO-RJ selar com a Rede Forza, o acordo de negociação do pagamento das verbas rescisórias dos trabalhadores demitidos pela empresa. Nesta quinta-feira(12), o presidente do sindicato, Eusébio Pinto Neto, se reuniu com o representante da Forza, que apresentou a proposta da empresa para quitar as indenizações trabalhistas. No encontro, Eusébio Neto fez uma reivindicação para que a empresa trate de forma diferenciada os ex-funcionários que ainda não conseguiram recolocação no mercado de trabalho. A Forza ficou de apresentar uma resposta ainda hoje para o sindicato.

O acordo, que tem valor jurídico, será apresentado aos ex-funcionários para aprovação e adesão. Conforme documento entregue ontem pela Forza, o acordo vai contemplar 193 trabalhadores. Pela proposta, a empresa se compromete a pagar a multa de 40% do Fundo de Garantia Por Tempo de Serviço(FGTS), além das verbas rescisórias. Todo o pagamento será realizado em parcelas num período de cinco meses.

O presidente Eusébio Neto afirmou que a proposta põe um fim ao impasse e a incerteza, já que as ações de reclamação trabalhista podem levar meses para serem julgadas na Justiça. Ele diz que o trabalhador sem recursos para manter as suas despesas fica muito vulnerável. Segundo ele, essa é uma vitória de toda a categoria e de todos os trabalhadores que apoiaram e participaram do protesto na quarta-feira(11) no posto Shell, que pertence a Rede Forza. A proposta da Forza será apresentada aos trabalhadores demitidos. O sindicato aguarda a resposta da empresa com relação aos últimos acertos para divulgar os detalhes do acordo.

PROTESTO

Na quarta-feira(11), diretores do sindicato e ex-funcionários da Rede Forza fecharam por mais de sete horas um dos principais postos de combustíveis da empresa, em Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio. Mesmo com a presença da polícia, a manifestação que teve início às 7:20h só terminou depois das 14:30h, quando a empresa aceitou negociar com o sindicato.

DEMISSÃO

A Rede Forza fechou 28 postos de combustíveis no Estado do Rio de Janeiro e promoveu uma demissão em massa. A empresa, fundada em 1999, chegou a ser considerada uma das principais  redes de postos de combustíveis no Estado. 

*Estefania de Castro, assessoria de imprensa Sinpospetro-RJ.