2.6.16

AO JORNAL DO BRASIL: QUEM ESTÁ MENTINDO?

FRANCISCO SORIANO e EMANUEL CANCELLA -


Em 01/06, o Jornal do Brasil lançou o editorial A Mentira, em que procurou resumir a discussão da Lava Jato em torno da candidatura ou não do juiz Sérgio Moro à presidência da República.

Então se Moro não é candidato à presidência, tudo que está fazendo, certo e errado,  na Lava Jato é válido?

JB repete a falácia de que quem critica a lava Jato é a favor da corrupção.  “Com certeza, os que afirmam essa ignorância estão desesperados para proteger criminosos ou, também no desespero, estão assistindo à derrocada de um país.” Lembra a campanha da ditadura militar: Brasil, ame-o ou deixe-o.

Quer dizer que o fato de o juiz Sérgio Moro não se declarar candidato lhe dá o direito de blindar inúmeros senadores tucanos, como Antonio Anastasia, Aluysio Nunes, Aécio Neves. Este último  cinco vezes delatado. Moro, enquanto filiado do PSDB, apesar de várias delações, não quer investigar o governo de FHC na Petrobrás, mesmo FHC tendo afirmado, em seu livro Diários da Presidência, que havia corrupção na Petrobrás em seu governo.

De atacar o PT e o governo Dilma como Moro fez, quando deixou  vazar de forma seletiva a farsa de que Lula e Dilma sabiam da corrupção na Petrobrás para a revista Veja e o Jornal Nacional da Globo, isso na véspera da eleição, mesmo com o TSE proibindo a divulgação do que chamou de matéria de propaganda do candidato Aécio Neves.

E Moro também vazou seletivamente para a Globo que faltava dinheiro para operação Lava Jato, com o claro intuito de atingir o governo Dilma, que estaria inviabilizando a Lava Jato. A própria Polícia Federal desmentiu Moro dizendo que havia dinheiro de sobra na PF.

O próprio delegado da policicia federal e ex-presidente da Associação de Delegados da Polícia Federal, Armando Coelho Netto, declarou: Tijolaço, 04/02/2016:  “Eu não acho que exista um combate à corrupção, existe uma guerra declarada ao Partido dos Trabalhadores”. Afirmação seguida com a ressalva: “não sou PT”  e “não gosto de muita coisa no PT”.

Diz o editorial do JB: “O país precisa que o presidente em exercício, Michel Temer, consiga este apoio que parece não ter conseguido, pelo silêncio dos institutos de pesquisas.”

Lamentável que o JB ainda torça para que o governo interino de Michel Temer consiga apoio para viabilizar suas propostas de flexibilizar o pré-sal; os direitos trabalhistas e previdenciários; privatizar a Petrobrás; o Banco do Brasil, a Caixa Econômica Federal; diminuir os programas sociais. Sem esquecer que o governo interino de Michel Temer nomeou seis ministros envolvidos na Lava Jato. O pior, o ministro da Justiça desse governo advogou para o PCC.

Relembrando que o próprio presidente interino é ficha suja e está inelegível por oito anos, conforme decisão do  Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo.

Se perguntar a maioria da sociedade sobre a autoria do editorial A Mentira, certamente que responderia Globo, esta organização criminosa, principal articulista do Partido da Imprensa Golpista (PIG).

O Jornal do Brasil já foi melhor!

Fonte: O Globo, G1, 05/05/2016, Temer é ficha-suja e fica inelegível por 8 anos, diz promotora eleitoral.

* Francisco Soriano é diretor financeiro do Sindipetro-RJ e presidente da TV Comunitária do RJ; Emanuel Cancella é coordenador do Sindicato dos Petroleiros do Estado do Rio de Janeiro (Sindipetro-RJ) e da Federação Nacional dos Petroleiros (FNP).