14.6.16

EM NOME DO COMBATE À CORRUPÇÃO, MICHEL TEMER INSTALA ALGO SEMELHANTE A UMA QUADRILHA PARA GOVERNAR O PAÍS

EMANUEL CANCELLA -


Primeiro vamos visitar a lei e ver o que é quadrilha: Artigo 288 do Decreto Lei nº 2.848 de 07 de Dezembro de 1940.

“Art. 288 - Associarem-se mais de três pessoas, em quadrilha ou bando, para o fim de cometer crimes”.

A começar pelo próprio Michel Temer, que é inelegível por oito anos. Sete ministros do governo Temer estão envolvidos na Lava Jato! O ministro da justiça de Temer advoga para o PCC. O presidente do Banco Central, indicado por Temer, é ligado ao banco Itaú que deve R$ 18.7 BI à Receita Federal.  No início, quando alguém era denunciado, Temer afastava, agora nem isso! Deve ter percebido que não ficaria ninguém Nem ele!

Mas o principal aliado de Michel Temer é a mídia, principalmente a Globo. A mídia que, enganando a sociedade, dizia que combatia a corrupção também é corrupta e é a principal aliada do desgoverno interino. É corrupta porque está envolvida no Swssleaks, junto com a Band, Folha, RBS, Editora Abril responsável pela revista Veja, Jovem Pan entre outros órgãos de comunicação. Além disso, A Globo está envolvida no Panamá Papers, que também são contas no exterior para lavagem de dinheiro.

O que reforça a tese de estarmos sendo governados por uma quadrilha é que a essa grande mídia corrupta, que foi a principal arma do golpe, não presta conta à Receita Federal e nada acontece! Qualquer empresa ou cidadão comum que não presta conta à Receita estaria tem seu CNPJ ou CPF suspenso e devendo, além do imposto, multas altíssimas. Mas com a mídia nada acontece!

Fica claro também que o STF, que nunca se opôs a nenhum golpe, não vai ser agora que iria barrar o atual.  A Polícia Federal não quer combater à corrupção, apenas extinguir o governo Dilma e barrar a provável candidatura de Lula do PT. No governo golpista não vai haver a prisão de  Eduardo Cunha, Romero Jucá e Renan Calheiros, pois além de serem articuladores do golpe são aliados de Temer.

Hoje, no país, a maioria que apoiou a saída de Dilma, acreditando na boa fé dos articuladores do golpe, já mudou de lado, pelo menos é o que dizem as pesquisas. E agora não sabem o que fazer!

O governo do golpe, além de retirar os direitos previdenciários e trabalhistas, quer entregar as principais empresas brasileiras; Petrobrás, Banco do Brasil e Caixa Econômica.

O problema é que não podemos esperar um gesto de boa fé dos golpistas, muito pelo contrário, eles vão tentar destruir quem se opor a eles. Precisamos ir além  das passeatas e das ocupações! Precisamos convencer a sociedade de que o poder do governo interino de Michel Temer não emana do povo, como exige nossa Constituição, muito pelo contrario, é contra o povo e, por isso, precisa ser extirpado!

Fonte, temer é inelegivel: http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/2016/05/temer-e-ficha-suja-e-fica-inelegivel-por-8-anos-diz-promotora-eleitoral.html
*Emanuel Cancella é coordenador do Sindicato dos Petroleiros do Estado do Rio de Janeiro (Sindipetro-RJ) e da Federação Nacional dos Petroleiros (FNP).