9.6.16

ESTARRECIDO, O BRASIL FICA IMPRENSADO NA BATALHA CAMPAL ENTRE A ALTA CÚPULA DA CORRUPÇÃO E A REVOLUCIONARIA LAVA-JATO

HELIO FERNANDES -

O pedido de prisão de Renan e Sarney, e o conseqüente vazamento deliberado mas por enquanto incógnito, é o apogeu. Mas a guerra que está sendo perdida pelos sempre vitoriosos donatários, beneficiários e provisórios da corrupção, vem de longe. Não citei Romero Jucá e Eduardo Cunha, também com prisão pedida, por um motivo relevante. Os dois são desonestos por vocação e convicção, sempre agiram por conta própria.

As citações e acusações vêem de longe, individualmente. Só se alistaram no exercito coletivo, que luta por uma corrupção organizada, institucionalizada, intocável e poderosa, porque sentiram que assim seriam altamente favorecidos. Estão sendo derrotados. Individualmente, porque o "todo", surpreendente e inesperadamente, passou a enfrentar uma força inexistente. Mas agora popularíssima, chamada de Lava-Jato.

Leia mais na COLUNA