15.6.16

FRENTISTAS DO RIO DE JANEIRO TERÃO AUMENTO REAL E CESTA BÁSICA SERÁ SUBSTITUÍDA POR VALE-ALIMENTAÇÃO

Via SINPOSPETRO-RJ -

Os dez mil trabalhadores dos postos de combustíveis e lojas de conveniência do Estado do Rio de Janeiro, representados pelo SINPOSPETRO-RJ, vão receber o salário de junho com reajuste de 11%. Além do aumento real, o sindicato conquistou para categoria 33,3% de reajuste no valor da cesta básica que, a partir de agora, passa a ser concedida através de cartão-alimentação. As demais cláusulas econômicas da Convenção Coletiva de Trabalho(CCT), como seguro de vida e Participação nos Lucros e Resultados(PLR) também serão reajustadas em 11%.

Para o presidente do SINPOSPETRO-RJ, Eusébio Pinto Neto, a confiança do trabalhador nas ações desenvolvidas pelo sindicato foi essencial para o sucesso da negociação. “A vitória se deve a luta travada pela categoria, nos últimos anos, por melhores salários e condições de trabalho. A conscientização do trabalhador faz toda a diferença.”


REAJUSTE
Os trabalhadores, com data-base em 1º de junho, vão receber os salários, deste mês, com reajuste de 11%. Além da inflação de 9,32%,acumulada entre junho de 2015 e maio de 2016, o sindicato conquistou para categoria aumento real de 1,68%. Com o reajuste o piso salarial do frentista passará para R$ 1.220,44, já incluso o adicional de periculosidade. O sindicato também conquistou para categoria um reajuste automático de 1%, que será concedido em janeiro de 2017.

VALE-ALIMENTAÇÃO
A grande conquista da negociação de 2016 é a substituição da cesta básica em produtos pelo vale-alimentação, que poderá ser utilizado nas compras em supermercados. O sindicato conseguiu elevar o valor do vale-alimentação em 33,3%, que passará de R$ 90,00 para R$ 120,00. O vale-alimentação é uma vitória, já que a lei não obriga o empregador fornecer refeição ao empregado. A conquista é de todos os trabalhadores que participaram da assembleia de aprovação de pauta, em abril, na subsede de Nova Iguaçu, e lutaram junto com o sindicato por melhorias.

PLR
Além do reajuste salarial, os trabalhadores vão receber R$ 421,80 de Participação nos Lucros e Resultados(PLR) que será paga em duas parcelas: a primeira de R$ 210,09 no dia 30 de julho e a segunda no mesmo valor em 30 de outubro.

SEGURO DE VIDA
O seguro de vida da categoria também será reajustado em 11%. O benefício é pago em caso de morte ou invalidez.

COMISSÃO
Os representantes dos sindicatos dos trabalhadores e dos patrões vão formar um grupo de trabalho intersindical para estudar melhorias nas cláusulas da convenção coletiva.  Os trabalhos terão início no segundo semestre.

Essa é a primeira vez que a categoria negocia o salário anualmente. Até 2014, os trabalhadores negociavam o aumento dos salários a cada dois anos e tinham apenas a reposição da inflação. O SINPOSPETRO-RJ brigou para mudar essa realidade e vai continuar lutando para acabar com a defasagem nos salários e conquistar novos benefícios para categoria.

ACORDO
O acordo da negociação das cláusulas econômicas da CCT 2015/2017 foi assinado, nesta segunda-feira(13), entre o SINPOSPETRO-RJ e SINDESTADO (Sindicato Patronal). Na mesma reunião, os patrões também assinaram o acordo de reajuste salarial com o Sindicato dos Frentistas de Niterói e Região( SINPOSPETRO-NITERÓI). O SINPOSPETRO-RJ foi representado pelo seu presidente Eusébio Pinto Neto e pelo assessor jurídico Ricardo Menezes. Por parte do sindicato patronal estiveram presentes o presidente Ricardo Lisboa, os diretores Adriano Nogueira e José Soares e assessor Júlio Vasco. O SINPOSPETRO-NITERÓI foi representado por seu presidente Alexsandro Silva e o diretor Maurício Queiroz.

*Estefania de Castro, assessoria de imprensa Sinpospetro-RJ.