21.6.16

FRENTISTAS DO PARANÁ DEFINEM EM ASSEMBLEIAS DATA DE PARALISAÇÃO

Via FENEPOSPETRO -

Sem acordo  após 4 reuniões, a negociação coletiva  dos 24 mil trabalhadores em Postos de Gasolina do Paraná/PR, cuja campanha é unificada entre os 5 sindicatos do estado, poderá ser definida após movimento grevista.


Em Assembleias realizadas no domingo (19), a categoria decidiu rejeitar a contra- proposta patronal apresentada durante reunião realizada no último dia 16, na Sede da Superintendência do Trabalho,em Curitiba-PR. Na ocasião, o Sindicombustíveis/PR ofereceu apenas  correção  da inflação, e aventou ainda a possibilidade de corte benefícios como o cartão - alimentação. Como resposta, ficou aprovado nos encontros realizados em Curitiba, Maringá, Cascavel, Ponta Grossa e Londrina, estado permanente de  assembleia e a deflagração de greve a partir do dia 04/07, caso permaneça o impasse entre patrões e trabalhadores. Está marcada para a próxima terça-feira (28) uma nova reunião entre as partes na Superintendência Regional do Trabalho (SRT).

Segundo  Lairson Sena,  está programado para a ocasião um  grande   ato com a presença massiva de trabalhadores.” Nosso compromisso com os patrões vai até o dia 28, quando, caso não apresentem uma proposta decente e qualificada, iremos através do  nosso direito de greve buscar a vitória para esse  embate" declarou, sobre a recusa da patronal em atender  as reivindicações da Campanha Salarial – cuja data-base é dia 1º de maio.

*Assessoria de Imprensa Fenepospetro- Leila de Oliveira.
Imagem: Assessoria de Imprensa Sinpospetro Curitiba/PR