26.6.16

O PRIMEIRO POVO A ACORDAR CAINDO FORA DA UE

JOÃO LUIZ GARRUCINO


A criação de tais mercados comuns se aparenta como bom aos negócios, ou aos mercados, enfim atende aos interesses capitalistas, por outro lado cria-se um governo central burocrático distante das bases como numa ditadura ou uma nova URSS...

Os povos de cada país da Europa começaram a perder suas soberanias a começar dos planos municipais, e mesmo regionais ou estaduais, e inclusive no plano federal, mas tudo isto até agora foi abafado por um forte controle das mídias e com tudo controlado pelas grandes corporações comprando os partidos e governos.

Vivemos no momento o reino ou ditadura global da social democracia aliada do capitalismo selvagem inclusive na China... Parece que no fundo todos os partidos de esquerda são sociais democratas...de braços com o capitalismo selvagem...

Os dados revelam uma concentração da renda no mundo, nos EUA, e inclusive na Europa, e aumentam os excluídos ou desempregados.

A crise de 2008 até agora não foi resolvida e apenas empurram com a barriga até ela explodir em problemas maiores talvez até numa guerra entre EUA X China e Rússia e analisamos isto no texto publicado pela Tribuna de Imprensa como segue o link, além de outros textos linkados ao final:

CRISE GLOBAL PODE LEVAR A GUERRA EUA X RÚSSIA E CHINA SEGUNDO CONSULTORIA EMPIRICUS E REVELAÇÕES DE CHICO XAVIER (Quando entrarem na coluna tem que ir descendo ou rolando sobre os textos mais recentes até encontrar este).

Países como Espanha, Portugal e Grécia viveram crises internas e perderam suas soberanias e estão sendo governados por um governo central da UE com políticas neo liberais fortes ou concentradoras da renda e gerando exclusão.

Agora tentam afundar também a França com reformas trabalhistas e os trabalhadores tentam reagir e não sabemos por quanto tempo ou se isto pode acabar numa mudança radical nos rumos da França também, a exemplo da Inglaterra.

Os capitalistas do mundo foram produzir na China a preços de banana para ganharem mais exportando para os EUA e Europa mas a galinha dos ovos de ouro começa a morrer lentamente e em mais alguns anos os EUA não serão muito diferentes do Brasil em exclusão ou favelas e não distribuição de renda.

As primeiras reações à crise afetando a Europa da UE começaram a aparecer mas logo rotularam como sendo de setores de extrema direita faltando entender isto melhor e revelando cegueira da esquerda devido ao politicamente correto fundamentalista reinando ou a ditadura social democrata capitalista em curso.

Em tempos de crises as coisas acabam explodindo e o mundo real vem a tona e o povo saia as ruas e manda tudo para o espaço.

Desde quando tentar prevalecer as vontades dos povos nos municípios, e nos Estados ou regiões, e até mesmo no plano nacional deveria ser algo da extrema direita somente ?

Desde quando a clara perda da soberania que vem ocorrendo em toda parte e com todos os povos diante do domínio das corporações capitalistas controlando os Estados, governos, partidos, mídias, etc., pode ser considerado algo de extrema direita somente porque a esquerda ou os sociais democratas são aliados destes mesmos capitalistas selvagens em todos os níveis atualmente e a nível global ?

Os povos não mudaram mas pelo visto as esquerdas sim.

Pelo visto o povo ingles reagiu de alguma maneira a uma clara perda de sua identidade ou soberania diante do desvio dos poderes locais para um parlamento ou novo império romano ou igreja da UE centralizando e burocratizando tudo como querem os do mercado.

Para abrir tudo em função dos mercados seria preciso também uma legislação internacional de trabalho senão vira zona ou bagunça ou forma de perda da soberania dos povos locais diante de governos distantes e no bolso do capitalismo global ou de burocratas distantes das bases.

Vamos ver se agora a Grécia, e outros países,  irão continuar na UE....