29.6.16

PESQUISA PARA PREFEITURA DO RIO COLOCA FREIXO NA LIDERANÇA; ODEBRECHT ANUNCIA DEVOLUÇÃO DO MARACANÃ [VÍDEO]

ILUSKA LOPES -

Marcelo Freixo e Daniel Mazola (fev/2013) durante Seminário em Defesa do Complexo do Maracanã na ABI. Foto: Iluska Lopes.
Pesquisa divulgada nesta segunda-feira (27) pela plataforma digital de estudos de tendência Dizgoo aponta que o candidato Marcelo Freixo (PSOL) lidera as intenções de voto para a Prefeitura do Rio de Janeiro.

O psolista está com 20,82% da preferência dos eleitores. Freixo aparece empatado com o número de indecisos, e à frente de Jandira Feghali (PCdoB), que na semana passada recebeu o apoio do ex-presidente Lula e agora tem 12,97% das intenções de voto. Ainda é muito sedo para prever, mas se o quadro se mantiver assim, os dois candidatos se enfrentariam no segundo turno.

Em seguida, aparecem os senadores Marcelo Crivella (PRB) e Romário (PSB), ambos com 10,92%. Alessandro Molon (Rede) está com 9,22%, Pedro Paulo (PMDB), 6,14%, Rodrigo Maia (DEM), 4,78%, e Índio da Costa (PSD), 3,41%. O levantamento foi feito pela internet com 320 pessoas entre os dias 20 e 24 de junho. A temporada de caça ao eleitor vai começar, fiquem espertos!

ODEBRECHT ANUNCIA DEVOLUÇÃO DO MARACANÃ

A devolução do complexo do Maracanã ao Estado do Rio de Janeiro foi oficialmente anunciada pela Odebrecht nesta segunda-feira (27)Em carta enviada à Secretaria da Casa Civil no dia 16 de junho pela Concessionaria Maracanã, formada pela Odebrecht (95%) e pela norte-americana AEG (5%), o grupo alegou que não conseguiu rever o contrato de cessão da arena.

"A Concessionária reforça que tem feito um trabalho contínuo para reduzir os custos fixos, minimizar os prejuízos operacionais e se adequar aos impactos da alteração unilateral do contrato de concessão e aos períodos de interrupção da operação como na Copa do Mundo (2014) e Jogos Rio 2016", diz a nota.

A concessão foi firmada por 35 anos. No acordo, o grupo poderia derrubar o parque aquático e o estádio de atletismo para erguer um centro comercial e estacionamentos. Mas a medida foi proibida.

Entenda quem são os atores e como foi travada a luta contra a privatização do Complexo do Maracanã naquele histórico ano de 2013.

*Com informações do site Sputnik e Brasil247.