20.7.16

A REFORMA POLÍTICA INDISPENSÁVEL, QUE NÃO VIRÁ. O FUTURO DE MAIA DEPENDE DE CUNHA

HELIO FERNANDES -

Ontem dediquei tempo e espaço ao que tentam ha muito tempo, implantar como REINVENÇÃO da democracia. Nesta Republica traída desde o nascimento, e fixada como militar, militarista e militarizada, faltou sempre o componente principal, inarredável e irrecorrível: o político. E viemos de 1889 a 2016, sem esse componente que consolidaria a Republica. Tivemos momentos fugazes de democracia, pela qualidade e quantidade de personagens pessoal e politicamente admiráveis.

Em 1950, Gilberto Amado, deputado, escritor, acadêmico, embaixador, fez observação no seu livro biográfico, "Presença na Política". Escreveu: "Antes de 1930 a eleição era falsa, mas a representatividade era verdadeira. Depois de 30 a eleição passou a ser verdadeira, mas a representatividade é inteiramente falsa".

Leia mais na COLUNA