6.7.16

CAMPANHA SALARIAL DOS COMERCIÁRIOS-SP CHEGA ÀS RUAS DE SANTO AMARO

Via SINDICATO DOS COMERCIÁRIOS-SP -


Ontem (5) foi a vez dos trabalhadores do Largo 13, na região de Santo Amaro, serem mobilizados a participar da Campanha Salarial 2016/2017 realizada pelo Sindicato dos Comerciários de São Paulo.

Ricardo Patah, presidente da entidade sindical; José Gonzaga da Cruz, vice-presidente; membros da diretoria e da militância passaram pelas lojas informando aos comerciários sobre a luta do Sindicato pelos direitos do trabalhador e a importância da participação de cada um nessa Campanha.

“É muito bom o Sindicato vir aqui. Ele está trabalhando por nós. Temos que apoiar. É pelo nosso sucesso”, disse Eliomar Santos, comerciário da região.

Um outro trabalhador, que preferiu não se identificar, disse que os itens da pauta de reivindicação são fundamentais: “É tudo de que precisamos, mas temos medo de pedir. Quando você pensa em denunciar ou em brigar por um aumento, por exemplo, na hora lembra da sua família, dos seus filhos, do aluguel e resolve ficar quieto. Ainda bem que o Sindicato reivindica por nós”.

Para as amigas e comerciárias Antônia e Ana, neste momento, o mais importante seria a PLR (Participação nos Lucros e Resultados). “É uma forma de reconhecimento do nosso trabalho e nos faria sentir parte da empresa”, disse Ana.

Vandilson e Rubens, comerciários da Besni, juntaram-se à equipe do Sindicato para demonstrar gratidão e apoio à ação. “Obrigado pela força que o Sindicato está nos dando”, disse Vandilson.

Já Rubens, que está há 23 anos na loja, alertou sobre a importância de se reajustar o vale-refeição.

A mobilização da categoria nas ruas teve início em 28 de junho, no Shopping Morumbi, e já passou também pelo Brás. Ao longo dos meses, a ação será repetida em todas as regiões de São Paulo. Para acompanhar a agenda, acesse www.comerciarios.org.br

“Essa corrente a favor dos comerciários visa melhorar suas condições de trabalho. Não é porque o País está em crise que vamos abrir mão dos nossos direitos. Hoje, são 12 milhões de pessoas desempregadas. Vamos lutar para frear e diminuir esse número. Para isso, precisamos de união. Juntos, vamos buscar alternativas para que os benefícios dos trabalhadores do comércio sejam cumpridos e ampliados”, disse Ricardo Patah.

As principais cláusulas da pauta de reivindicações são:
- reajuste do INPC + aumento real
- vale-refeição e alimentação
- cesta básica
- PLR (Participação nos Lucros e Resultados)
- saúde e segurança do trabalhador
- valorização do piso da categoria
- vale-cultura

Mais fotos:
https://www.flickr.com/photos/comerciariossp/albums/72157670028600381/with/27493066764/