6.7.16

IMPRENSA SOB ATAQUE! CENSURA E VIOLÊNCIA POR PARTE DO METRÔ RIO [VÍDEO]

ROGER MCNAUGHT -


Quando a imprensa é atacada e silenciada, isso quase sempre é sinal de que algo não anda bem na sociedade.

Enquanto jornalistas são atacados, nosso país caminha a passos largos para um regime fascista com perdas substanciais de direitos para todos os que não pertencem à seleta casta política de direita e de empresários financiadores da repressão.

Nesta terça-feira, dia 5 de julho, mais um triste episódio de agressões à imprensa por parte de seguranças particulares ocorreu na estação Uruguaiana do metrô Rio.

Após um dia de trabalho, jornalistas ao final de sua cobertura se dirigiam ao metrô para retornarem a seus lares quando foram surpreendidos por uma confusão dentro da estação. Imediatamente prepararam seus equipamentos para registrar a ocorrência, atitude padrão na profissão.

O que ninguém esperava seria que em dado momento, os seguranças mudaram seus alvos – originalmente jovens que estavam na estação sendo brutalmente espancados de forma covarde – e iniciariam um ataque massivo contra a imprensa presente no local, aplicando golpes afim de nocautear quem estivesse capturando imagens.  Este que vos escreve foi um dos agredidos.  Juntamente comigo, mais dois colegas foram barbaramente agredidos, um inclusive ficando com sérios ferimentos no pescoço após sermos atacados com golpes pelas costas na tentativa de nos desacordar.  Após isso, fomos mantidos detidos para prevenir mais filmagens enquanto o caos imperava na estação e gritos eram ouvidos, sinal de mais e mais agressões.  Com a chegada da viatura de polícia militar, a situação parecia sob controle quando agentes do metrô rio iriam nos conduzir à delegacia – algo que obviamente rejeitei, pois não permitiria a eles acesso a meu equipamento com as imagens mostradas nesta matéria.

Na delegacia, o cenário era de horror.  Adolescentes feridos, jornalistas feridos e uma senhora – visivelmente com problemas mentais – que também fora agredida e detida ilegalmente por agentes do metrô rio.

Infelizmente, estas cenas dificilmente serão as últimas, pois a democracia está morrendo e a barbárie fascista está tomando seu lugar.

E ainda há quem deseje votar em fascistas para cargos públicos...  Pobre Brasil...