8.7.16

MANIFESTO PÚBLICO

FRANCISCO CALASANS LACERDA -

A Diretoria do SINTHORESP - Sindicato Dos Trabalhadores Empregados em Hotéis, Restaurantes, Bares e Estabelecimento do Comércio de Alimentação Preparada e Bebidas a Varejo, de São Paulo e Região, pela presente Nota Informativa, vem a público para tornar oficialmente do conhecimento da categoria profissional representada, de seus associados e da autoridades em geral, que está sendo vítima de duas execuções judiciais equivocadas e arbitrárias, data vênia, e que a forma como seus exequentes pretendem haver seus créditos está pondo em risco a continuidade da prestação de serviços no tocante à assistência médica, odontológica, esporte e lazer, tais como colônias de férias, campeonato de futebol, etc., tirando, destarte, a contrapartida que justifica as contribuições pertinentes que, de igual modo, devem ser também estancadas, sendo certo que a administração de sua atual Diretoria construiu um patrimônio cem vezes maior em relação ao que encontrou e pode garantir a execução, sem a necessidade de bloqueio de suas contas bancárias, impedindo o pagamento dos salários de seus empregados.

A situação que lhe está sendo imposta obriga a Diretoria a rescindir de imediato contratos de trabalho de mais de oitocentos funcionários de seu quadro e estancar de imediato a prestação de serviço, e, neste caso, o patrimônio deverá ser colocado à disposição da Justiça para garantir em primeiro lugar os direitos desse mesmos funcionários. A Diretoria lamenta que seu trabalho honesto esteja sendo violentado pelo “triunfar das nulidades”, (Ruy Barbosa), no Ordenamento Jurídico do País, para dar azo ao interesse de empresas estrangeiras poderosas e ao mesquinho desejo de pessoas que nos fazem oposição e que nunca fizeram nada em prol da categoria profissional. Levam à insolvência uma entidade sindical de mais de oitenta anos de existência, mas, não conseguem abalar moralmente o caráter da atual diretoria que se manterá sempre de cabeça erguida.

São Paulo, 7 de julho de 2016.

Francisco Calasans Lacerda
Presidente