1.7.16

TERCEIRIZADOS DO PARANÁ CONSEGUEM MAIOR REAJUSTE SALARIAL DO BRASIL

Via UGT -


Os trabalhadores terceirizados representados pelo Sineepres - Sindicato dos Empregados em Empresas de Prestação de Serviços a Terceiros, Colocação e Administração de Mão de Obra, Trabalho Temporário, Leitura de Medidores e de Entrega de Aviso no Paraná (entidade filiada à UGT), conseguiu uma façanha em plena crise econômica: o maior índice de reajuste salarial do Brasil.

Os leituristas da área de energia elétrica que prestam serviços na Copel - Companhia Paranaense de Energia Elétrica, tiveram um reajuste de 15% (quinze por cento), nos salários, com data-base em junho/16. Foi mais de 50% de aumento real.

Segundo Paulo Rossi, presidente do Sineepres e da UGT-Paraná, essa conquista somente foi possível com muita articulação sindical e mobilização da categoria. "Desde o início do ano, estamos em contato permanente com a categoria, através de informativos. O reconhecimento deste árduo trabalho de medição e entrega de avisos por parte do patronal, em que muitos trabalhadores estão expostos a acidentes de percurso, inclusive sendo atacados por cachorros, demonstra a maturidade do setor.

O presidente do Sineepres, durante assembleia com a categoria, ressaltou que os tomadores de serviços não repassam o índice total negociado, chegando no máximo, a 70% do INPC acumulado no período, o que valoriza ainda mais a inédita conquista.

"Demonstramos com isso, que a terceirização com responsabilidade social é possível e viável em nosso país. Sempre defendemos um marco regulatório para o nosso segmento, tão marginalizado por algumas categorias que sequer conseguiram repassar o INPC para seus representados", desabafou Rossi.