23.7.16

UGT-RJ PARTICIPA DE AUDIÊNCIA NA ALERJ SOBRE O PISO REGIONAL DE 2017 [VÍDEO]

Via UGT-RJ -


A Comissão de Trabalho da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), presidida pelo deputado Paulo Ramos, reuniu integrantes do Conselho Estadual de Trabalho, Emprego e Geração de Renda do Rio (Ceterj) para discutir as propostas dos trabalhadores para o reajuste do piso regional de 2017.

Na audiência pública, realizada no dia 18 de julho, o deputado Paulo Ramos falou sobre dificuldade de se fazer cumprir a lei que fixa o piso regional e sobre a importância da imediata discussão e encaminhamento da Lei do Piso para votação no Legislativo ainda este ano para que comece a vigorar logo no dia 1º de janeiro de 2017. “A procrastinação prejudica o trabalhador”, afirmou ele.

Representada pelo diretor jurídico Cláudio Rocha, a União Geral dos Trabalhadores do Rio de Janeiro (UGT-RJ) e as centrais CSB e CUT participaram da audiência que contou, ainda, com a presença de membros da Secretaria de Estado de Trabalho, da Superintendência Regional do Trabalho, da Fecomércio e de sindicatos como jornalistas e de entidades filantrópicas, entre outros.

Rocha falou sobre a necessidade de as entidades sindicais participarem das discussões do piso ao longo do ano e não apenas nas sessões de votação, quando inevitavelmente surgem as emendas. “O piso hoje é fundamental nos processos de negociação coletiva, tornando-se parâmetro, superando, muitas das vezes, as discussões sobre INPC e IPCA e causando um ganho salarial para os nossos trabalhadores”, disse o ugetista.

A audiência discutiu, ainda, questões como a polêmica retirada da função de jornalistas do projeto do Ceterj, retirada pelo governo ao enviar para a Alerj. A organização do Ceterj, a situação dos técnicos e profissionais de nível superior, a qualificação e a Classificação Brasileira de Ocupação (CBO) também foram temas abordados.