26.10.16

ELEIÇÃO E POSSE DA NOVA DIRETORIA DO SINTHORESP

Via FETRHOTEL -


Francisco Calasans Lacerda foi reeleito presidente do Sinthoresp (Sindicato dos Trabalhadores Hoteleiros do Estado de São Paulo), com 93,86% de aprovação pela categoria. A eleição e a posse da nova diretoria ocorreram na noite do dia 19 de outubro, no prédio do sindicato, na Rua Taguá. Não houve chapa de oposição e a eleição foi tranquila.

O resultado da votação foi divulgado pelo presidente da UGT (União Geral dos Trabalhadores) Ricardo Patah. Em seu discurso ele enalteceu a capacidade da atual direção do Sinthoresp, principalmente de Calasans a quem chamou de “amigo” e, que, na opinião de Patah construiu a unidade da categoria.

“Estamos vivendo momentos gravíssimos no país com 12 milhões de desempregados, o PIB caindo e uma série de adversidades. A gente percebe que o Calasans com sua experiência e por ter sua vida dedicada ao movimento sindical e os trabalhadores (as) busca nestes momentos críticos e de adversidade críticos usar o diálogo, estender a mãos”, afirmou Patah.

Conforme ele, este é um momento que necessita exatamente do diálogo e o que foi construído, nesta eleição, servirá de modelo para o movimento sindical.

“É muito prazeroso estar num pleito democrático construído com a vontade secreta do trabalhador depositado nas urnas e a vontade da categoria expressada aqui no resultado”, disse Patah.

Em seguida Patah declarou Calasans empossado e passou a palavra para o vice-presidente do Sinthoresp Gilberto José da Silva, que fez questão de agradecer a Deus pelo resultado do pleito.

Segundo Gilberto, o momento da posse fez com que ele sentisse uma alegria profunda e o fez lembrar quando, junto com Calasans, deram início ao sindicato.

“Temos hoje categoria que tem amor especial pela diretoria. Hoje está aqui um resultado positivo de paz e alegria. Quem ganha com isso é o movimento sindical brasileiro”, afirmou.

Gilberto agradeceu o apoio da UGT e concluiu dizendo : “- Posso morrer amanhã, mas vou morrer feliz. Construímos esse patrimônio com carinho, amor, com alma e sentimento. Nós sindicalistas somos autoridade representativa. Não podemos nos humilhar a ninguém, temos que lutar”, disse ele.

Em seguida o presidente da FETRHOTEL (Federação Interestadual dos Trabalhadores Hoteleiros de São Paulo e Mato Grosso do Sul) Cícero Lourenço Pereira, que coordenou as eleições, agradeceu a presença de todos os que trabalharam no pleito, entre eles, o tesoureiro-geral da federação, Antonio Carlos de Souza (Jandaia).

Cícero disse que com o resultado das urnas a categoria foi reconhecido o trabalho que vem sendo feito pela diretoria do sindicato há anos.

“O sindicato de São Paulo é uma referência não só no Estado de São Paulo, mas para todo Brasil e fora do país. Parabenizo a direção do sindicato que teve a coragem e o bom senso de aglutinar a diretoria. O inimigo nosso não esta aqui dentro, mas esta lá fora. Trata-se do grande capital, dos especuladores de empresas multinacionais como o McDonalds, entre outros”, disse Cícero.

Ele lembrou que o governo está tentando tirar direitos dos trabalhador, mas que é preciso lutar e o Sinthoresp está unindo forças para essa luta.

A cerimônia encerrou com a palavra do presidente-eleito. Calasans também agradecer a Deus pelo trabalho profícuo e por tê-los ajudado.

“O movimento sindical está vivendo momentos de dificuldade e insegurança jurídica. Mas vencer tudo isso. Somos vencedores. Pegamos um sindicato sob intervenção, logo foi feita uma junta governativa da categoria. A barra era pesada e ninguém queria assumir. Vivíamos sob ameaças”, relembrou.

De acordo com ele, o sindicato que tinha nove funcionários, umas poucas máquinas de escrever e sequer tinha uma Departamento jurídico cresceu mais de 100 vezes, nos últimos 40 anos.

“Nosso departamento jurídico, entre advogados e estagiários chegou a ter 100 funcionários. O sindicato tem hoje cerca de 900 funcionários. O sindicato não cresceu 40 vezes, mas 100 vezes. Não poderíamos fazer tudo isso menos tempo, bem que tivemos vontade”, afirmou.