17.10.16

SE NÃO DÁ PARA PRENDER O EDUARDO CUNHA, PRENDA AÉCIO, FHC OU ALCKMIN

EMANUEL CANCELLA -


Não dá para descartar o esforço hercúleo do procurador e do juiz da Lava Jato, na tentativa de prender Lula, entretanto a denúncia vazia ‘sem provas mas com convicção’, custou caro à imagem dos dois. Mas certamente criou uma expectativa no imaginário popular!

Lula, sim, é o cara mais investigado da República. O máximo que conseguiram provar contra ele, em 1989, foi o presente a uma paquera de um aparelho de som, três em um. Isso no limite causou um constrangimento de relacionamento pessoal, mas não deu para tirá-lo da disputa presidencial, que é o que sempre almejam! Agora tentam desesperadamente torná-lo inelegível, sem provas, mas com poweepoint, pedalinho, o barco sem motor, além de sítio e triplex que não são de Lula.

Lula já foi preso pela polícia quando presidente do Sindicato dos Metalúrgicos, do ABC paulista. Já naquela época, Lula já lutava contra os militares ditadores em defesa da democracia e da liberdade. Lula levou os metalúrgicos a fazerem a primeira grande greve contra o regime ditatorial(2). E hoje Lula luta contra os golpistas, capitaneados por Michel Temer.

Um poder judiciário (MPF, PGR, STF e Lava Jato) que só prendem os corruptos quando há interesse político, está sendo ridicularizado pela sociedade, que começa a se manifestar contra Cunha, no aeroporto Santos Dumont, e agora contra mulher de cunha, Claudia Cruz, num shopping (1).

Já não basta a blindagem feita aos tucanos, nenhum deles até hoje foi preso. No governo FHC tudo era arquivado, através do ‘Engavetador Geral da Republica’, nomeado por FHC; FHC comprou votos para reeleição (3), todo mundo sabe, mas para isso a nossa Justiça é realmente cega; o escândalo do banco MarcaFonte Cidam, em 1999, no governo de FHC, que tirou um bilhão dos cofres públicos, prescreveu e ninguém foi condenado (4). O mensalão, chefiado por Joaquim Barbosa, com participação de Sérgio Moro como assistente da ministra Rosa Weber, precreveu (5)! E agora, na  Lava Jato, de novo o juiz Sérgio Moro, agora chefiando, o PSDB segue incólume, apesar das provas cabais contra eles.

Os petistas foram presos, com provas duvidosas, pela teoria ‘do Domínio dos Fatos, entretanto o mensalão tucano, anterior ao do PT está prescrevendo sem julgamento.

Cunha botou os golpistas amedrontados quando ameaçou, com o lançamento de um livro, contando a história do golpe! E o estranhíssimo é que botou a Justiça também calada!

Até o juiz, que era apontado pelos golpistas e seus apoiadores como um herói, amarelou: mandou liberar o passaporte da mulher de Cunha, envolvida nas picaretagens do marido. Agora o casal começa a ser hostilizado em público.

Fica a recomendação a nossas instituições:  se não dá para prender o Cunha, prenda pelo menos o Aécio, o FHC ou o Alckmin, cujo governo esta envolvido até em desvio de dinheiro de merenda (6).

Manda os três tirar na purinha e quem perder vai para o xilindró. Qualquer um dos três tem muita conta a pagar com a justiça. Com provas aos montes!. Agora prender o Lula, sem provas, pode ser um tiro no pé!

Fonte:

*Emanuel Cancella que é da coordenação do Sindipetro-RJ e da Federação Nacional dos Petroleiros (FNP).