19.11.16

FICO PENSANDO

MARINO D ICARAHY -


Há pessoas que nos criticam pelas posições que temos expressado a respeito da prisão do Cabral, sem noção do nosso sofrimento, das perseguições, das ameaças.

Nós aqui no Rio que vivemos como advogados, companheiros, pais e amigos da juventude encarcerada arbitrariamente por esse sistema, por um comando político do Cabral, já passamos todos por esses mesmos constrangimentos, pior, sem qualquer razão que não fosse política.

Diferente desses pústulas, que são bandidos da política, inclusive, responsáveis, com suas parcelas, pela situação carcerária a que agora se assujeitam.

Cabral foi o mentor e mandante das prisões do dia 15/10/13 e da Copa. De forma vil, ordenou ao Secretário Beltrame e à Secretária de Polícia Civil da época, hoje Deputada Marta Rocha, e depois, seu sucessor, Fernando Veloso, que enquadrassem os jovens no crime de associação criminosa armada e com a presença de menores. Rafael Braga ainda está preso e sujeito a uma segunda condenação grave e injusta como a primeira. Caio e Fábio também são alvos da fúria punitivista desse Estado Policial em que a exceção é a regra.

Hoje, por ironia do destino, ele ingressa no Sistema Penitenciário pela mesma porta que os jovens combatentes, acusado de chefe de associação criminosa, sem o tratamento de preso político, que os mesmos tiveram, porque, diferente desses valorosos jovens, ele, assim como o 'Menininho', é preso comum, apesar de ser quem é, e que, também diferentemente, não vai gozar do mesmo respeito e reconhecimento com que esses jovens foram recebidos pela comunidade carcerária.

Serginho "Genoveva" Cabral e "Menininho Safadinho" estão provando do próprio veneno. Que se matem, um ao outro!

Salve a valorosa juventude combatente!

As pautas de 2013/2014 estão abertas!

As ruas são nossas!