19.11.16

SUB-HUMANOS FORJADOS

GABRIEL FRÓES -


Desde a infância somos induzidos pela publicidade capitalista, pequenas esponjas. Viramos seres consumistas e individualistas, não respeitando outros como nós, “nossa imagem e semelhança”, pessoas criadas no mesmo mundo, uns na miséria das favelas e guetos do RJ e SP e outros poucos afortunados no berço esplendido.

Na prensa em que somos forjados, viramos seres com tendências violentas por natureza, causados pelo cotidiano capitalista em uma área de extrema pobreza, que gera em seus moradores humilhação e impotência. Tudo alimentado principalmente pelos nefastos meios de comunicação de massa capitalista, sendo a TV ainda hoje a principal ferramenta. Em muitos casos, humanos que pensam, querem a ruptura do velho Estado, mudar a realidade, fazer a Revolução Popular, construir o Novo. Não se avança com essa construção por falta de lideranças e principalmente por falta de conhecimento do povão, que nada sabe sobre luta de classes.

Quando os indivíduos e famílias, inseridos nessa triste realidade são bombardeados por todo esse lixo comercial, visando somente o lucro, tornam-se sub-humanos sociais, vítimas que reproduzem a ignorância, milhões iguais a ele cegos desde o berço até provavelmente um fim trágico, em função dos valores e ideologia que pertence, assumindo mesmo sem saber.

Nas camadas mais desprovidas da sociedade, seja financeira, de saúde, educação, etc... Nas favelas, continuam todos querendo consumir acima de tudo, mais sem nem ter capital o suficiente para as coisas mais básicas como alimento. Forçando e conduzindo tais humanos, crianças, jovens, pais de família, muitos sem emprego ou salário, por necessidade ou vaidade não hesitariam em tirar sua vida por 10 reais até. Expresso minha indignação pela  realidade social, ‘óbvio ululante’ que dura há anos. Meu sentimento é de ódio e tristeza, quando recordo o que fazem com o nosso país em nome do dinheiro e concentração de capital. Vamos todos acordar!

*Gabriel Pereira Fróes de Castro, estudante, 17 anos, colaborador do site TRIBUNA DA IMPRENSA Sindical.