20.1.17

1 - MPF ABRE INQUÉRITO PARA INVESTIGAR ACIDENTE QUE MATOU TEORI; 2 - AVIÃO EM QUE MORREU O RELATOR DA LAVA JATO NÃO ERA PEQUENO E TEM GRAVADORES DE DADOS E DE VOZ; 3 - COMO TEORI CONHECEU O DONO DO HOTEL EMILIANO

REDAÇÃO -


O Ministério Público Federal (MPF) de Angra dos Reis, no litoral sul do Rio de Janeiro, abriu inquérito para apurar as causas da queda do avião que levava o ministro Teori Zavascki. Foram confirmadas as mortes do relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), do empresário Carlos Alberto Filgueiras e do piloto Osmar Rodrigues.

A investigação foi aberta pela procuradora da República Cristina Nascimento de Melo. A informação foi confirmada ao G1 pelo MPF do Rio.

A Polícia Federal também vai apurar o acidente ocorrido na tarde desta quinta-feira (19), segundo informações do colunista Matheus Leitão. O inquérito está sob responsabilidade do delegado chefe da PF em Angra, Adriano Antonio Soares.

Um suporte da polícia marítima também será recebido, a partir das 6h desta sexta (20). Adriano Soares informou que as condições meteorológicas atrapalharam nesta quinta a navegação no local do acidente.

Segundo informações da 167ª Delegacia de Polícia (Paraty), uma equipe da Polícia Civil também se deslocou para o local, acompanhada de peritos criminais. O local foi isolado pela Marinha e foi acionado a Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa). (informações G1)

***
Avião em que morreu Teori não era pequeno e tem gravadores de dados e de voz

Este é o Beechcraft  PR-SOM que caiu em Parati, supostamente com o ministro Teori Zavaski  a bordo, fotografado por Sergio Carneiro Correa em Belo Horizonte em março do ano passado.

Como é um bimotor, não é possível dizer que um defeito mecânico apenas pudesse ter provocado a queda, como num monomotor.

Não é um avião pequeno, tem 10,8 metros de comprimento e envergadura de 16,4 metros.

Em tudo é muito semelhante a um jato executivo, exceto pela motorização.

Tem alcance de 2.334 km e velocidade de 500 km/hora. Pousa e decola em pistas pequenas,  entre 500 e 600 metros, respectivamente.

Não é um teco-teco e, certamente, tem ao menos a caixa preta e tem caixa-preta tanto de dados quanto das vozes da cabine de comando. (via Tijolaço)

***
Como Teori conheceu o dono do hotel Emiliano

A amizade entre Teori Zavascki e Carlos Alberto Filgueiras, o dono do hotel Emiliano, que emprestou seu bimotor para o ministro ir hoje para Paraty surgiu também em meio a um episódio trágico.

Teori passou a ir com frequência a São Paulo a partir de 2012, quando sua mulher, Maria Helena, iniciou um tratamento de câncer. Todas as vezes se hospedava no Emiliano.

Ali, conheceu Carlos Alberto, de quem se aproximou. Viraram amigos.

Carlos Alberto era um frequente companheiro de papo de Teori, com quem conversava sobretudo depois das visitas ao hospital. Maria Helena morreu em 2013. (via coluna de Lauro Jardim no Globo)

***
Leia também: