27.1.17

EDUCAÇÃO É UM DIREITO DE TODOS

ISA COLLI -

"A educação é um direito de todos, que permite a cada pessoa receber instrução e florescer socialmente. O direito à educação é vital para o desenvolvimento econômico, social e cultural de todas as sociedades".


A educação permite adquirir conhecimentos básicos e implica que o ser humano adquira uma variedade de conhecimentos. Começa com alfabetização das crianças, que nesta fase, aprendem a ler e a escrever graças à instrução primária e à supervisão parental. É a etapa mais importante que ensina os pequenos a lidar com as expectativas que a sociedade deposita sobre cada um, através da integração de ensino secundário e pós-secundário.

É responsabilidade do educador ajudar no desenvolvimento da personalidade e da identidade, bem como as suas capacidades físicas e intelectuais, a transmissão de princípios comuns às novas gerações, a conservação e perpetuação dos valores sociais, que contribui igualmente para o florescimento da individualidade através do reforço da integração social e profissional.

Educação de qualidade é um direito humano que deve ser acessível a todos, sem qualquer discriminação. Ela tem como objetivo principal, oferecer aos adultos desfavorecidos e às crianças uma chance de escapar da pobreza. É portanto, uma ferramenta essencial para  o desenvolvimento econômico, social e cultural de todas as populações em todo o mundo.
"Educação: um direito fundamental e universal"
Todas as crianças devem ser capazes de ir à escola, e assim se beneficiar das mesmas oportunidades na construção de um futuro melhor. Além disso, a instrução educacional deve ser igualmente gratuita para que as crianças de ambientes desfavorecidos possam desfrutar de seu direito garantido pela constituição.

Além da questão da acessibilidade, o direito à educação também supõe que os objetivos da aprendizagem serão alcançados. Isto significa que todas as crianças têm o direito de se beneficiar de uma educação de qualidade adaptada às suas necessidades. Além disso, os professores devem ser treinados para combinarem pedagogia e jogos com o propósito de despertar o interesse dos miudos.

É responsabilidade dos países garantir o direito de cada criança à educação. Os governantes devem concentrar os seus esforços na instrução primária de modo a tornar as escolas acessíveis e gratuitas para toda a gurizada e, assim, permitir-lhes desfrutar de um direito fundamental e universal.