20.1.17

FORA TEMER E TODOS OS GOLPISTAS

None animated GIF
EMANUEL CANCELLA -

Os golpistas querem que Temer complete o jogo sujo, para depois descartá-lo, dando o golpe dentro do golpe e assim colocar outro deles no poder, através de um colégio eleitoral. Essa fórmula já foi adotada por outros golpistas, quando, depois de 21 anos de ditadura, os militares fizeram um Colégio Eleitoral, através do Congresso Nacional, para devolver o poder aos civis.

Fica muito difícil a sociedade lutar contra o golpe porque, mascarados de defensores da ordem, na verdade, FHC, Carmem Lucia, Sérgio Moro e o presidente do Senado e da Câmara dos Deputados, são todos golpistas.

O PSDB, partido de FHC, através do candidato derrotado por Dilma, Aécio Neves, foi o grande artífice do golpe. E quem deveria zelar pela Constituição Federal, o STF, se omite, pois a lei maior admite a retirada de um presidente, mas que para isso ele teria que ter cometido crime de responsabilidade. Carmem Lúcia e todo o STF calaram-se  diante do golpe, pois não houve crime algum! A ministra Rosa Weber chegou a convocar a presidente Dilma para explicar por que chamar o golpe de “golpe”?

Carmem Lúcia também é responsável, juntamente com Ives Granda, do TST, pela orientação de que o negociado prevaleça ao legislado. Isso é jogar na lata do lixo a CLT, que até hoje garantia a todos os trabalhadores direitos como férias de 30 dias, 13º e outros.

Sérgio Moro, chefe da Lava Jato, permitiu ou articulou a falsa notícia na véspera da eleição, veiculada na revista Veja e no Jornal Nacional, “ de que Lula e Dilma sabiam da corrupção na Petrobrás. (1)” E foi Moro pessoalmente que divulgou, na mídia, para desgastar a presidente Dilma, que faltava dinheiro para financiar a operação Lava Jato. A própria Polícia Federal desmentiu Moro (2).

Já o presidente do Senado e do Congresso Nacional foram os grandes articuladores da farsa da votação do impeachment no Congresso Nacional.
Volta Dilma! é um movimento legítimo, para colocar de volta aquela que foi eleita pela vontade da maioria dos brasileiros e que não cometeu nenhum crime, aliás as “Pedaladas Fiscais”, que usaram contra ela, agora é lei. Além de ficar comprovado que ela não “Pedalou”. Na verdade, o grande motivo da retirada de Dilma do poder é porque ela não impedia a investigação da Lava Jato e porque defendia o povo mais pobre e o país (3).

Os petroleiros do RJ têm legitimidade para defender o Volta Dilma! Mesmo com Dilma nunca fomos governistas, até organizamos o ato contra o leilão de Libra, pois não entendíamos uma defensora do patrimônio nacional fazer aquele leilão. Entretanto, depois, muitos de nós compreendemos que o principal motivo do leilão de Libra foi para atrair potências contrárias aos EUA. Dilma, em seguida ao leilão de Libra, repassou áreas de petróleo maiores que a de Libra, diretamente para a Petrobrás, conforme prevê a lei de Partilha no artigo 12º. A Petrobrás ficou com 40% de Libra. China e França também entraram no negócio. Não podemos esquecer que os EUA não reconhecem nosso mar territorial onde se localiza grande parte do pré-sal, por isso torna-se importante outras potências também com interesse em defender nossas riquezas.

Diante do golpe, só nos restam duas saídas democráticas: Volta Dilma ou eleição direta. Entretanto só a volta de Dilma reestabelecerá o Estado de Direito, ou através das eleições diretas, mesmo sabendo que um defensor do povo ganhando nas urnas não conseguirá governar. Precisamos mudar a mídia a justiça e o Congresso Nacional para termos de volta nossa soberania e a estabilidade democrática.

Vamos deixar claro: Fora Temer e todos os golpistas!

Fonte:

*Emanuel Cancella que é da coordenação do Sindipetro-RJ e da Federação Nacional dos Petroleiros (FNP) e autor do livro “A outra face de Sérgio Moro”