6.2.17

KARNAL: “QUANDO NÃO TIVER UMA PALAVRA DE CONFORTO PARA QUEM PERDEU A MÃE OU A ESPOSA, CALE A BOCA”; LUANA PIOVANI AFIRMA QUE LULA FEZ ‘DRAMINHA’ APÓS MORTE DE MARISA [VÍDEO]

REDAÇÃO -


Estive em são Bernardo do Campo para uma palestra no Instituto Mauá. A cidade já tinha alguma movimentação em função do velório de dona Marisa. A divergência política e o contraditório são excelentes para a democracia. Todo choque tem algumas barreiras. Uma é a ética: divergir não implica atacar. Outra, muito importante, é a morte. Nada existe além dela. Extinguem-se as animosidades. Termina o ódio no túmulo. Atacar ou ter felicidade pela morte de um ser humano é uma prova absoluta de que a dor e o ressentimento podem enlouquecer alguém. Se você sente felicidade pela morte de um inimigo, guarde para si. Trazer à tona torna pública sua fraqueza, sua desumanidade. Acima de tudo, mostra que este inimigo tinha razão ao dizer que você era desequilibrado. Contestem, debatam, critiquem: mas enderecem tudo isto a quem possa revidar. Por enquanto temos apenas um homem que perdeu sua companheira, filhos órfãos e netos sem a avó. Entre os vivos, surgem divergências e debates. Diante da morte, impõe-se silêncio e respeito. Nunca deixem de ser, ou ao menos, tentar parecer, um ser humano. Quando você não tiver uma palavra de conforto para quem perdeu a mãe ou a esposa, simplesmente, cale a boca. Sinto-me envergonhado por coisas que li na internet.

***
Luana Piovani afirma que Lula fez ‘draminha’ após morte de Marisa

Luana Piovani manifestou novamente suas opiniões políticas polêmicas nas redes sociais. Desta vez, a atriz ironizou a reação do ex-presidente Lula à morte de sua esposa Marisa Letícia.

“E o Lula no jornal, hoje, dizendo que Marisa foi triste? Gente, morrer é um drama, é uma fatalidade, uma tragédia na vida das pessoas que amam quem se vai. Mas por favor”, começa Luana em um post no Instagram Stories.

“Muito indigno, ele, numa hora triste como essa, fazer draminha, se vitimizar por conta dessa coisa triste que aconteceu com a dona Marisa. Ah, mas é muita falta de dignidade, gente.”

O ex-presidente afirmou, durante o velório de sua companheira de mais de quatro décadas, que Marisa “morreu triste” pela “canalhice” e “maldade” que fizeram com ela. (via estadão)
***
Leia também:
- Publicitário Fabio Fernandes, que teve conta da Petrobras, chama Lula de “pulha” e achincalha velório - Por Renato Rovai, via Revista Fórum

- Diretor do Sírio admite que vazamento foi “afronta à dignidade humana” - Via Folha