20.2.17

LAVA JATO DESEMPREGANDO E DERRUBANDO O PIB

EMANUEL CANCELLA -


Em nome do combate à corrupção, a Lava Jato já desempregou mais de dois milhões de trabalhadores e responde pela queda de mais de 5% de nosso PIB. Efeito da Lava Jato: Grande obra no Brasil, só com empresas estrangeiras, algumas envolvidas em corrupção. Que se dane os desempregados e as empresas nacionais.

Mesmo diante desses fatos indiscutíveis, a mídia golpista, em especial a Globo, faz a cobertura da paralisação das obras e do desemprego causado pela Lava Jato, de forma positiva (3), como se fosse bom para o Brasil.

A Lava Jato, criada para investigar a Petrobrás, vai investigando e paralisando obras de importância estratégica para o Brasil, como a Transposição do Rio São Francisco e a construção do submarino atômico, deixando claro não ser sua prioridade a defesa nacional. Vai tão longe, mas deixa de fazer o dever de casa,quando finge que não vê a corrupção estapafúrdia do governo do tucano FHC, na Petrobrás, inúmeras vezes delatado, como também a gestão/feirão do também tucano Pedro Parente na Petrobrás. Por que a Lava Jato não atua contra tucanos corruptos e entreguistas do patrimônio nacional?

E não atua mesmo quando há denúncia ao MPF (2). Pois mesmo com denúncia formalizada, em novembro de 2016, ao MPF, intitulada “Omissão da Lava Jato à gestão de Pedro Parente na Petrobrás” nada acontece, pois continua o feirão. E MPF, ao invés de fazer parar essa pouca vergonha, ainda ataca o autor da denúncia, intimando-o.

Criticar a Lava Jato é proibido pelo MPF. E não é somente o autor da denúncia que foi intimado, já que integrante em São Paulo do grupo de combate à corrupção do MP diz que policias federais não devem criticar a Lava Jato (1).

Eles querem nos calar! Além da intimação do autor, toda a direção do nosso Sindipetro-RJ foi interpelada pelo Pedro Parente e o autor em particular.

Mas diante de tanta perseguição e censura, nossa luta ao combate à corrupção vai continuar. Pois a nossa luta sim, é a favor do Brasil!

Nesse sentido, veja o vídeo, A outra Face de Sergio Moro – A mulher bomba (4).

Fonte:

*Emanuel Cancella que é da coordenação do Sindipetro-RJ e da Federação Nacional dos Petroleiros (FNP) e autor do livro “A outra face de Sérgio Moro”

---

CONVITE: