26.2.17

RJ: QUATORZE ESCOLAS LUTAM POR UMA VAGA NO GRUPO ESPECIAL

ALCYR CAVALCANTI -

O desfile das quatorze Escolas de Samba do Grupo de Acesso da Liga Independente das Escolas de Samba do Rio de Janeiro (LIERJ) começou na Passarela do Samba, o Sambódromo na sexta feira de Carnaval e continuou no sábado dia 25 de Fevereiro. A LIERJ foi fundada em julho de 2008 e tem como presidente Déo Pessoa que foi presidente da G.R.E.S. Acadêmicos da Rocinha. A luta é por apenas uma vaga na elite do samba, o Grupo Especial.


Várias agremiações já desfilaram no grupo principal e pretendem voltar aos desfiles de domingo e segunda. A apresentação das Escolas de Samba do Grupo de Acesso é dividido em dois dias, na sexta e no sábado com início às 22h, em acordo feito com a emissora que detém os direitos de transmissão. Mas a emissora em questão não é muito sensível ao esforço de milhares de componentes  empurrou o desfile de 20h para mais tarde além de não mostrar ao mundo ao vivo e a cores a abertura do Carnaval e principalmente a primeira a desfilar nos dois dias preferindo seguir sua programação, nem sempre do agrado de todos, mormente o programa que já foi sucesso em sua fase inicial, mas que agora se arrasta e desagrada à quase todos. Mas são coisas da aldeia global.

Na sexta feira desfilaram Acadêmicos do Sossego, Alegria da Zona Sul, Unidos do Viradouro, Império da Tijuca, União do Parque Curicica, Estácio de Sá, Acadêmicos de Santa Cruz. No sábado foi a vez da Acadêmicos da Rocinha, Acadêmicos do Cubango, Inocentes de Belford Roxo, Império Serrano, Unidos de Padre Miguel, Renascer de Jacarepaguá, Porto da Pedra. A Viradouro encantou com seu enredo infantil "Todo Menino é um Rei' música imortalizada pelo cantor Roberto Ribeiro.