8.2.17

SINDICATO DOS CONDUTORES/SP DISCUTE SITUAÇÃO DOS COBRADORES COM A PREFEITURA

Via UGT -

A declaração polêmica do prefeito João Doria aos meios de comunicação de que os cobradores que estão no sistema serão promovidos a motorista e a função extinta, posteriormente, teve uma reação imediata da direção do Sindicato dos Condutores/SP. Para amenizar o mal estar gerado, aconteceu na tarde de hoje (07/02) uma reunião entre os dirigentes sindicais e o secretariado do prefeito Doria que declarou que houve um mal entendido: NÃO HAVERÁ DEMISSÃO NA CATEGORIA.  O Secretário Municipal de Governo Julio Francisco Semeghini Neto disse que a Prefeitura está disposta a ter uma relação harmoniosa com o Sindicato, inclusive, propôs abrir um canal direto de discussão com a entidade. Uma nova reunião foi agendada para o próximo dia 16/02 para tratar de uma pauta de interesse dos condutores. O presidente Noventa, assim como alguns diretores, ficou satisfeito com a reunião. “A conversa foi positiva  e tranqüilizou os companheiros cobradores, já que o Governo Municipal deu garantias de que demissão na categoria está fora de cogitação”. Participaram também o secretário de Assuntos Governamentais, Milton Flávio, e o Secretário Municipal de Transportes, Sérgio Avellada.

Batalha vencida!   O presidente Valdevan Noventa lembrou da luta travada com a Administração Municipal passada e que felizmente terminou bem para a categoria. “Uma lei fora de propósito foi aprovada na Câmara dos Vereadores concedendo plenos poderes para que as empresas não precisassem contratar cobradores, mas o Sindicato derrubou isso na Justiça que  ficou do lado dos trabalhadores, dando parecer favorável em todas as instância, inclusive na Suprema Corte, em Brasília, garantiu a permanência desses profissionais dentro dos ônibus. Foi uma vitória que serviu de exemplo para outras localidades. Na cidade de São Paulo, ônibus tem cobrador”.