28.3.17

A DELAÇÃO DECEPÇÃO DO ODEBRECHT

HELIO FERNANDES -

Havia enorme expectativa a respeito do seu depoimento. Afinal ele era o responsável por tudo, pagava e mandava pagar, negava e afirmava. Sempre deixou bem claro:"Não faço delação, não sou dedo duro, não entrego ninguém". Ficou 2 anos preso, inflexível nessa posição. Parecia uma rocha em termos de convicção.

Até que um dia, seu avô, fundador da empresa, que o escolheu presidente, preterindo o próprio filho, considerou que as coisas entraram num ritmo altamente perigoso, resolveu intervir. Foi a Curitiba, conversou com a equipe da Lava-Jato, seduziu-os com uma proposta que jamais imaginaram.  Detalhou ponto por ponto, o depoimento que faria.

Leia mais na COLUNA